Notas de Versão do System Center 2012 Configuration Manager Service Pack 1

 

Aplica-se a: System Center 2012 Configuration Manager SP1

Para procurar nestas notas de versão, prima Ctrl+F.

Leia estas notas de versão cuidadosamente antes de instalar o Microsoft System Center 2012 Configuration Manager Service Pack 1.

Estas notas de versão contêm informações que são necessárias para instalar corretamente o System Center 2012 Configuration Manager Service Pack 1 (SP1). Estas notas de versão contêm também informações que não estão disponíveis na documentação do produto.

System_CAPS_importantImportante

Se se verificar uma discrepância entre estas notas de versão e outra documentação do Gestor de configuração, deverá ter precedência a versão mais recente.

Se quiser fornecer comentários, fazer uma sugestão ou comunicar um problema com o System Center 2012 Configuration Manager SP1, utilize o site Microsoft Connect.

Para informações sobre a configuração suportada, consulte .

Para obter documentação para o System Center 2012 Configuration Manager SP1, consulte o Biblioteca de Documentação do System Center 2012 Configuration Manager. Se quiser apresentar comentários sobre a documentação, envie uma mensagem de correio eletrónico para SMSDocs@Microsoft.com.

Se tiver instalado uma versão de pré-lançamento do System Center 2012 Configuration Manager SP1, desinstale a versão de pré-lançamento antes de instalar o System Center 2012 Configuration Manager SP1. Recomenda-se também a desinstalação e reinstalação do sistema operativo após a desinstalação de versões anteriores do Gestor de configuração SP1 e antes da instalação da versão de lançamento do Gestor de configuração SP1.

Além disso, o Gestor de configuração não suporta a importação de objetos entre versões diferentes do Gestor de configuração.

Se tiver uma versão de lançamento do System Center 2012 Configuration Manager, pode atualizá-la para o System Center 2012 Configuration Manager SP1. Para mais informações sobre o processo de atualização e quaisquer considerações de interoperabilidade, consulte Planear a Atualização do System Center 2012 Configuration Manager e Interoperabilidade entre diferentes versões do Configuration Manager.

O Gestor de configuração SP1 apresenta várias alterações para a implementação de sistemas operativos que são incompatíveis com versões anteriores do Gestor de configuração. Para obter a melhor experiência, recomenda-se que atrase as implementações do sistema operativo até que todos os servidores de sites da sua hierarquia sejam atualizados para o Gestor de configuração SP1. No entanto, tal nem sempre é prático. Por exemplo, grandes hierarquias podem exigir um período de tempo prolongado para atualizar todos os servidores do site. Por conseguinte, reveja as considerações de interoperabilidade antes de começar a implementar sistemas operativos numa hierarquia que contenha sites do Gestor de configuração SP1 e sites do Gestor de configuração sem o Service Pack 1. Essas considerações incluem:

  • Pacote de instalação de cliente

    • Quando instala o Gestor de configuração SP1, a origem do pacote predefinido de instalação do cliente é atualizada automaticamente para a versão Gestor de configuração SP1. Todos os pontos de distribuição na hierarquia são atualizados com este novo pacote de instalação do cliente, mesmo que os pontos de distribuição estejam em sites que ainda não foram atualizados para o Gestor de configuração SP1.

    • Os clientes com o Gestor de configuração SP1 não podem ser atribuídos com êxito a sites que ainda não foram atualizados para o Gestor de configuração SP1. Se os clientes forem atribuídos por engano neste cenário, a atribuição de site é bloqueada no ponto de gestão.

  • Imagens de arranque

    • Ao atualizar o site de nível superior para o Gestor de configuração SP1, as imagens de arranque predefinidas (x86 e x64) são automaticamente atualizadas para imagens de arranque baseadas no Windows ADK, que utilizam o Windows PE 4. Os ficheiros associados às imagens de arranque predefinidas são atualizados com a versão SP1 do Gestor de configuração dos ficheiros.

    • Para impedir a falha das sequências de tarefas, certifique-se de que a versão da imagem de arranque corresponde à versão do pacote de instalação de cliente do Gestor de configuração que configurar na sequência de tarefas. Por exemplo, uma imagem de arranque baseada no Windows AIK que utilize o Windows PE 3 terá de corresponder à versão sem Service Pack do Gestor de configuração do pacote de instalação de cliente. Uma imagem de arranque baseada no Windows ADK tem de corresponder à versão do pacote de instalação de cliente do Gestor de configuração SP1.

    • Evite a utilização de suportes de dados dinâmicos quando a hierarquia de sites contiver sites com diversas versões do Gestor de configuração. Em vez disso, utilize suportes de dados baseados no site para contactar um ponto de gestão específico até que todos os sites tenham sido atualizados para a mesma versão do Gestor de configuração.

    • Só poderá importar e utilizar imagens de arranque baseadas no Windows AIK num site do Gestor de configuração que não tenha o Service Pack 1 instalado.

    • Só poderá importar e utilizar imagens de arranque baseadas no Windows ADK num site do Gestor de configuração que tenha o Service Pack 1 instalado.

  • Propriedades da implementação

    • O Gestor de configuração SP1 adiciona uma opção de implementação para disponibilizar implementações de sequências de tarefas apenas a suportes de dados e PXE. Esta opção não é reconhecida por clientes do Gestor de configuração sem nenhum Service Pack. Por conseguinte, esses clientes continuarão a executar quaisquer implementações que estejam configuradas para utilizar esta opção enquanto estiverem incluídas na coleção visada pela implementação. Evite utilizar esta opção de implementação até ter atualizado todos os clientes da hierarquia para o Gestor de configuração SP1.

      System_CAPS_importantImportante

      A não compreensão das implicações desta consideração de interoperabilidade poderá originar perdas de dados.

Para mais informações, consulte Planear a interoperabilidade de implementação do sistema operativo.

O System Center 2012 Configuration Manager SP1 não suporta uma atualização direta do Configuration Manager 2007, mas suporta uma migração lado a lado.

Pode utilizar o System Center 2012 Configuration Manager SP1 para criar tarefas de migração que migram objetos e conteúdo do Configuration Manager 2007 para o System Center 2012 Configuration Manager SP1. Adicionalmente, quando migrar o Configuration Manager 2007 para o System Center 2012 Configuration Manager SP1, pode atualizar um ponto de distribuição do Configuration Manager 2007 para um ponto de distribuição do System Center 2012 Configuration Manager SP1. Pode atualizar os pontos de distribuição secundários, pontos de distribuição em partilhas de servidor e pontos de distribuição padrão a partir do Configuration Manager 2007. Também pode atualizar um ponto de distribuição do Configuration Manager 2007 que esteja colocalizado num servidor de sites secundário. Esta ação desinstala o site secundário e deixa o ponto de distribuição instalado.

Para obter informações sobre a migração, consulte o manual Migrating Hierarchies in System Center 2012 Configuration Manager (Migração de Hierarquias no System Center 2012 Configuration Manager).

A nova funcionalidade de proxy de reativação do Gestor de configuração SP1 pode ajudar a ativar computadores para executarem tarefas de gestão. Esta funcionalidade deixa esses computadores em modo de suspensão ou de hibernação, o que pode ajudar a poupar custos. No entanto, avalie primeiro esta funcionalidade numa infraestrutura de rede isolada e representativa. Em seguida, antes de implementar totalmente o proxy de reativação, expanda o teste para utilizar um grupo de computadores em várias sub-redes. Certifique-se de que os testes incluem todas as configurações de rede e todos os tipos de dispositivos de rede. Se tiver uma equipa separada responsável pela infraestrutura de rede e pelos serviços de rede, notifique e inclua esta equipa durante o período de teste. Por exemplo, numa rede que utilize o controlo de acessos de rede 802.1X, o proxy de reativação não funcionará e poderá interromper o serviço de rede. Além disso, o proxy de reativação pode fazer com que algumas ferramentas de monitorização de rede gerem alertas ao detetarem o tráfego de reativação de outros computadores. Reveja as informações disponíveis sobre o proxy de reativação para o ajudar a determinar se é adequado para a sua organização.

Para mais informações sobre o proxy de reativação, consulte a secção Planear como Reativar Clientes do tópico Planear a comunicações no Configuration Manager.

Esta secção fornece as informações mais atualizadas sobre problemas com o System Center 2012 Configuration Manager SP1. Estes problemas não são apresentados na documentação do produto e, em alguns casos, poderão contradizer tal documentação. Sempre que possível, estes problemas serão resolvidos em versões posteriores.

Quando migra uma linha de base de configuração do Configuration Manager 2007 para o System Center 2012 Configuration Manager SP1, o hash do resumo da linha de base de configuração é alterado, mas o número da versão não. Uma vez que o hash foi alterado, o Gestor de configuração coloca em fila um pedido para eliminar a linha de base de configuração existente e, em seguida, transfere a linha de base de configuração modificada. Se o computador cliente ou o serviço de cliente (ccmexec) reiniciarem antes da conclusão do pedido de eliminação, o cliente não transfere a nova linha de base de configuração porque o número de versão é o mesmo da que existe atualmente.

Neste cenário, é apresentado o erro 87d00315 (Os dados de informações da versão de CI não estão disponíveis) no separador Implementação da área de trabalho Monitorização.

SOLUÇÃO    Modifique a linha de base de configuração após a migração, o que incrementa automaticamente o número da versão. Por exemplo, altere a descrição da linha de base de configuração.

Se o cliente do Gestor de configuração SP1 não instalar em computadores de 64 bits, verifique se o ficheiro CCMSetup.log contém a seguinte mensagem de erro:

Couldn't verify 'C:\WINDOWS\ccmsetup\MicrosoftPolicyPlatformSetup.msi' authenticode signature. Return code 0x800b0101

SOLUÇÃO    Consulte o artigo KB 2801987.

Quando ativa uma implementação de cliente baseada em atualização de software, o cliente do Gestor de configuração não publica para o ponto de atualização de software. O ficheiro WCM.log contém o seguinte erro:

ERROR: Failed to publish sms client to WSUS, error = 0x80131622

SOLUÇÃO    Transfira a seguinte atualização de software e instale-a em todos os servidores do sistema de sites que executam a função de sistema de sites de ponto de atualização de software: Atualização para o Windows Server Update Services (WSUS) 3.0 Service Pack 2 para Sistemas baseados em x64 (KB2530678).

Para mais informações sobre esta atualização de software, consulte O System Center Update Publisher não publica atualizações personalizadas para um computador se o WSUS 3.0 SP2 e o .NET Framework 4 estiverem instalados.

Quando uma aplicação virtual é implementada num computador, a instalação falha e o cliente App-V regista Evento 1008 nos Registos de Aplicações e Serviços do Windows, no ficheiro de registo Microsoft-App-V-Client/Admin.

Este erro ocorre normalmente quando a mesma aplicação foi desinstalada recentemente e requer que o computador seja reiniciado, porque os ficheiros de instalação estão em utilização. Até que o computador seja reiniciado, não é possível reinstalar a aplicação.

SOLUÇÃO    Reinicie o computador e reinstale a aplicação.

Quando é executado o relatório com o nome Relatório de Estado de Funcionamento dos Perfis de Utilizador em Roaming, a execução do relatório falha e é apresentado o erro Microsoft.Reporting.WinForms.ReportServerException.

SOLUÇÃO    Execute o procedimento seguinte.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique com o botão direito do rato no relatório, Relatório de Estado de Funcionamento dos Perfis de Utilizador em Roaming, e clique em Editar.

  2. No Report Builder, selecione DataSet0 e clique em Editar.

  3. Na página Propriedades do Dataset, clique com o botão direito do rato na consulta e, em seguida, clique em Selecionar Tudo.

  4. Substitua a consulta que selecionou pela seguinte consulta:

    declare @UserSID as nvarchar(max)
    if(@UserName is NULL OR @UserName= '')     set @UserSID = ''
    else
    set @UserSID = (select top 1 UserSID from fn_rbac_Users(@UserSIDs)  where FullName = @UserName)
    declare @MachineID as int
    if(@Machine is NULL OR @Machine= '')       set @MachineID = ''
    else
    set @MachineID = (select ResourceID from fn_rbac_R_System_Valid(@UserSIDs)  where Netbios_Name0 = @Machine)
    select users.FullName as UserName, machines.Netbios_Name0 as DeviceName,case when st.HealthState = 1 then 'Warning' else 'Error' end as HealthState
    from fn_rbac_UserHealthProfileState(@UserSIDs) st
    join fn_rbac_Users(@UserSIDs)  users on users.UserSID=st.UserSID
    join fn_rbac_R_System_Valid(@UserSIDs)  machines on machines.ResourceID = st.ItemKey
    where users.UserSID = @UserSID and (machines.ResourceID = @MachineID or @Machine='') and st.HealthState = @HealthStateID
    
  5. Clique em OK para fechar a página Propriedades do Dataset e, em seguida, clique em OK para fechar a caixa de diálogo Definir Parâmetros da Consulta.

  6. Feche o Report Builder e guarde as alterações.

  7. Execute o relatório novamente.

Mostrar: