Inventário de hardware para Linux e UNIX no System Center Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center Configuration Manager (current branch)

O cliente do O System Center Configuration Manager para Linux e UNIX suporta o inventário de hardware. Depois de recolher o inventário de hardware, pode ver o inventário no explorador de recursos ou nos relatórios do Gestor de configuração e utilizar essas informações para criar consultas e coleções que permitam as seguintes operações:

  • Implementação de software

  • Impor janelas de manutenção

  • Implementar definições de cliente personalizadas

O inventário de hardware para servidores Linux e UNIX utiliza um servidor CIM (Common Information Model) baseado em normas. O servidor CIM é executado como serviço de software (ou daemon) e fornece uma infraestrutura de gestão baseada em normas DMTF (Distributed Management Task Force). O servidor CIM proporciona uma funcionalidade semelhante às capacidades CIM do Windows Management Infrastructure (WMI) que estão disponíveis nos computadores baseados em Windows.

A partir da atualização cumulativa 1, o cliente para Linux e UNIX utiliza a versão 1.0.6 do omiserver de código aberto do Open Group. (Antes da atualização cumulativa 1, o cliente utilizava nanowbem como o servidor CIM).

O servidor CIM é instalado como parte do cliente para Linux e UNIX. O cliente para Linux e UNIX comunica diretamente com o servidor CIM e não utiliza a interface WS-MAN do servidor CIM. A porta WS-MAN no servidor CIM está desativada quando o cliente é instalado. A Microsoft desenvolveu o servidor CIM que está agora disponível como código aberto através do projeto Open Management Infrastructure (OMI). Para obter mais informações sobre o projeto Open Management Infrastructure, veja o Web site The Open Group.

O Inventário de Hardware nos servidores Linux e UNIX funciona mediante o mapeamento de classes e propriedades WMI Win32 existentes para as classes e propriedades equivalentes dos servidores Linux e UNIX. Este mapeamento unidirecional de classes e propriedades permite integrar o inventário de hardware para Linux e UNIX no Gestor de configuração. Os dados de inventário dos servidores Linux e UNIX são apresentados juntamente com o inventário dos computadores baseados em Windows na consola e nos relatórios do Gestor de configuração. Isto oferece uma experiência de gestão heterogénea e consistente.

System_CAPS_tipSugestão

Pode utilizar o valor Legenda para a classe Sistema Operativo para identificar os diferentes sistemas operativos Linux e UNIX em consultas e coleções.

Pode utilizar as predefinições de cliente ou criar definições de dispositivos cliente personalizadas para configurar o inventário de hardware. Se utilizar definições de dispositivos cliente personalizadas, pode configurar as classes e propriedades que pretende recolher apenas dos servidores Linux e UNIX. Também pode especificar agendamentos personalizados para recolher inventários completos e diferenciais dos servidores Linux e UNIX.

O cliente para Linux e UNIX suporta as seguintes classes de inventário de hardware, que estão disponíveis em servidores Linux e UNIX:

  • Win32_BIOS

  • Win32_ComputerSystem

  • Win32_DiskDrive

  • Win32_DiskPartition

  • Win32_NetworkAdapter

  • Win32_NetworkAdapterConfiguration

  • Win32_OperatingSystem

  • Win32_Process

  • Win32_Service

  • Win32Reg_AddRemovePrograms

  • SMS_LogicalDisk

  • SMS_Processor

Nem todas as propriedades destas classes de inventário estão ativadas em computadores Linux e UNIX no Gestor de configuração.

Depois de recolher o inventário de hardware dos servidores Linux e UNIX, pode ver e utilizar estas informações da mesma forma que visualiza o inventário recolhido dos outros computadores:

  • Utilize o Explorador de Recursos para ver informações detalhadas sobre o inventário de hardware dos servidores Linux e UNIX

  • Criar consultas baseadas em configurações de hardware específicas

  • Crie coleções baseadas em consultas que se baseiam em configurações de hardware específicas

  • Execute relatórios que apresentam detalhes específicos sobre as configurações de hardware

O inventário de hardware em servidores Linux ou UNIX é executado de acordo com o agendamento que configurar nas definições de cliente. Por predefinição, é executado a cada sete dias. O cliente para Linux e UNIX suporta ciclos de inventário completo e ciclos de inventário diferencial.

Pode também forçar o cliente num servidor Linux ou UNIX a executar imediatamente o inventário de hardware. Para executar o inventário de hardware, utilize as credenciais raiz num cliente para executar o comando seguinte e iniciar um ciclo de inventário de hardware: /opt/microsoft/configmgr/bin/ccmexec -rs hinv

As ações do inventário de hardware são introduzidas no ficheiro de registo do cliente, scxcm.log.

O cliente para Linux e UNIX suporta o inventário de hardware personalizado, que pode criar com a Open Management Infrastructure (OMI). Para tal, utilize os passos seguintes:

  1. Criar um fornecedor de inventário personalizado ao utilizar a fonte OMI

  2. Configurar computadores para utilizar o novo fornecedor para comunicar inventário

  3. Ativar o Gestor de configuração para suportar o novo fornecedor

Para criar um fornecedor de inventário de hardware personalizado para o cliente do Gestor de configuração para Linux e UNIX, utilize OMI Source - v.1.0.6 e siga as instruções do Guia de Introdução da OMI. Este processo inclui a criação de um ficheiro MOF (Managed Object Format) que define o esquema do novo fornecedor. Posteriormente, importe o ficheiro MOF para o Gestor de configuração, para ativar o suporte da nova classe de inventário personalizada.

Tanto o OMI Source - v.1.0.6, como o Guia de Introdução da OMI, estão disponíveis para transferência a partir do Web site The Open Group. Pode localizar estas transferências no separador Documents (Documentos) da página Web seguinte do Web site OpenGroup.org: Open Management Infrastructure (OMI).

Depois de criar um fornecedor de inventário personalizado, tem de copiar e, em seguida, registar o ficheiro da biblioteca de fornecedores em cada computador que tem o inventário que pretende recolher.

  1. Copie a biblioteca de fornecedores para cada computador Linux e UNIX a partir do qual pretende recolher o inventário. O nome da biblioteca de fornecedores é semelhante ao seguinte: XYZ_MyProvider.so

  2. Depois, em cada computador Linux e UNIX, registe a biblioteca de fornecedores no servidor OMI. O servidor OMI é instalado no computador quando instala o cliente do Gestor de configuração para Linux e UNIX, mas tem de registar manualmente os fornecedores personalizados. Utilize a seguinte linha de comandos para registar o fornecedor: /opt/microsoft/omi/bin/omireg XYZ_MyProvider.so

  3. Depois de registar o novo fornecedor, utilize a ferramenta omicli para testar o fornecedor. A ferramenta omicli é instalada em cada computador Linux e UNIX quando instala o cliente do Gestor de configuração para Linux e UNIX. Por exemplo, quando XYZ_MyProvider for o nome do fornecedor que criou, execute o seguinte comando no computador: /opt/microsoft/omi/bin/omicli ei root/cimv2 XYZ_MyProvider


    Para obter informações sobre o omicli e para testar fornecedores personalizados, veja o Guia de Introdução da OMI.

System_CAPS_tipSugestão

Utilize a distribuição de software para implementar e registar fornecedores personalizados em cada computador cliente Linux e UNIX.

Antes de o Configuration Manager poder comunicar o inventário comunicado pelo novo fornecedor nos computadores Linux e UNIX, tem de importar o ficheiro MOF (Managed Object Format) que define o esquema do seu fornecedor personalizado.

Para importar um ficheiro MOF personalizado para o Gestor de configuração, veja Como expandir o inventário de hardware no System Center Configuration Manager.

Mostrar: