Portas utilizadas no System Center Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center Configuration Manager (current branch)

O O System Center Configuration Manager é um sistema cliente/servidor distribuído. A natureza distribuída do Gestor de configuração significa que é possível estabelecer ligações entre servidores de sites, sistemas de sites e clientes. Algumas ligações utilizam portas que não são configuráveis e outras suportam portas personalizadas especificadas. É necessário verificar se as portas necessárias estão disponíveis caso utilize uma tecnologia de filtragem de portas, tais como firewalls, routers, servidores proxy e IPsec.

System_CAPS_noteNota

Se tiver suporte para clientes baseados na Internet através da utilização de um protocolo de bridge SSL, além dos requisitos de portas poderá também ser necessário permitir que alguns verbos e cabeçalhos HTTP atravessem a firewall. .

As listas de portas apresentadas a seguir são utilizadas pelo Gestor de configuração e não incluem informações relativas a serviços padrão do Windows, tais como definições da Política de Grupo, definições dos Serviços do Active Directory e autenticação Kerberos. Para informações sobre serviços e portas do Windows Server, consulte Descrição geral dos serviços e requisitos de portas de rede para o sistema do Windows Server.

O Gestor de configuração permite configurar as portas para os seguintes tipos de comunicação:

  • Ponto de Web site do Catálogo de Aplicações com o ponto de serviços Web do Catálogo de Aplicações

  • Ponto proxy de registo com o ponto de registo

  • Cliente com sistemas de sites que executam IIS

  • Cliente com a Internet (como definições do servidor proxy)

  • Ponto de atualização de software com a Internet (como definições do servidor proxy)

  • Ponto de atualização de software com o servidor WSUS

  • Servidor do site com o servidor da base de dados do site

  • Pontos do Reporting Services

    System_CAPS_noteNota

    As portas utilizadas para a função de sistema de sites do ponto do Reporting Services são configuradas no SQL Server Reporting Services. Estas portas são depois utilizadas pelo Gestor de configuração durante as comunicações com o ponto do Reporting Services. Certifique-se de que revê estas portas que definem as informações do filtro IP para políticas IPsec ou para configurar firewalls.

Por predefinição, a porta HTTP utilizada para comunicações entre o cliente e o sistema de sites é a porta 80 e a porta HTTPS predefinida é a porta 443. As portas de comunicação entre o cliente e o sistema de sites através de HTTP ou HTTPS podem ser alteradas durante a Configuração ou nas Propriedades do Site para o seu site do Gestor de configuração.

As portas utilizadas para a função de sistema de sites do ponto do Reporting Services são configuradas no SQL Server Reporting Services. Estas portas são depois utilizadas pelo Gestor de configuração durante as comunicações com o ponto do Reporting Services. Certifique-se de que revê estas portas que definem as informações do filtro IP para políticas IPsec ou para configurar firewalls.

O Gestor de configuração não permite configurar portas para os seguintes tipos de comunicação:

  • Site para site

  • Servidor do site com o sistema de sites

  • Consola do Gestor de configuração com o fornecedor de SMS

  • Consola do Gestor de configuração com a Internet

  • Ligações a serviços em nuvem, como o Microsoft Intune e pontos de distribuição baseados na nuvem

As secções seguintes descrevem pormenorizadamente as portas utilizadas para comunicação no Gestor de configuração. As setas entre os computadores no título da secção representam a direção da comunicação:

  • --> indica que um computador inicia a comunicação e o outro computador responde sempre

  • < -- > indica que qualquer um dos computadores pode iniciar a comunicação

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443

Descrição

UDP

TCP

SQL sobre TCP

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

SQL sobre TCP

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Além das portas indicadas na tabela seguinte, o proxy de reativação também utiliza mensagens de pedido de eco ICMP (Internet Control Message Protocol) de um cliente para outro cliente quando estão configurados para proxy de reativação. Esta comunicação é utilizada para confirmar se o outro computador cliente está ativo na rede. Por vezes, o ICMP é também referido como comandos ping de TCP/IP. O ICMP não tem um número de protocolo UDP ou TCP e, por isso, não está listado na tabela a seguir. No entanto, as firewalls baseadas no anfitrião existentes nestes computadores cliente ou em dispositivos de rede intervenientes na sub-rede devem permitir o tráfego ICMP para que a comunicação de proxy de reativação tenha êxito.

Descrição

UDP

TCP

Reativação por LAN

9 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

--

Proxy de reativação

25536 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

--

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

80

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Protocolo Multicast

63000-64000

--

Descrição

UDP

TCP

Protocolo DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol)

67 e 68

--

Protocolo TFTP (Trivial File Transfer Protocol)

69 (Ver nota 4 Daemon Trivial FTP (TFTP))

--

Boot Information Negotiation Layer (BINL)

4011

--

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Um cliente do Configuration Manager não contacta um servidor de catálogo global quando é um computador de grupo de trabalho ou quando está configurado para comunicação apenas através da Internet.

Descrição

UDP

TCP

LDAP de Catálogo Global

--

3268

SSL LDAP de Catálogo Global

--

3269

Descrição

UDP

TCP

Notificação de cliente (comunicação predefinida antes de reverter para HTTP ou HTTPS)

--

10123 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 ou 8530 (Ver nota 3, Windows Server Update Services)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 ou 8531 (Ver nota 3, Windows Server Update Services)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Descrição

UDP

TCP

Controlo Remoto (controlo)

--

2701

Assistência Remota (RDP e RTC)

--

3389

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

RPC (ligação inicial ao WMI para localizar o sistema do fornecedor)

--

135

Descrição

UDP

TCP

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Um ponto de distribuição comunica com o ponto de gestão nos seguintes cenários:

  • Para reportar o estado do conteúdo pré-configurado

  • Para reportar dados de resumo de utilização

  • Para reportar validação de conteúdo

  • Um ponto de distribuição por solicitação reporta o estado de transferência dos pacotes

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80

Descrição

UDP

TCP

SQL sobre TCP

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

SQL sobre TCP

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Gestão Remota do Windows através de HTTPS

--

5986

Descrição

UDP

TCP

Gestão Remota do Windows através de HTTP

--

5985

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443

Descrição

UDP

TCP

LDAP (Lightweight Directory Access Protocol)

--

389

LDAP (ligação SSL [Secure Sockets Layer])

636

636

LDAP de Catálogo Global

--

3268

SSL LDAP de Catálogo Global

--

3269

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

(Ver nota 5, Comunicação entre o servidor do site e os sistemas de site)

Descrição

UDP

TCP

Mapeador de Pontos Finais RPC

--

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Descrição

UDP

TCP

SQL sobre TCP

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443

Descrição

UDP

TCP

SQL sobre TCP

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Reativação por LAN

9 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

--

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443

(Ver nota 5, Comunicação entre o servidor do site e os sistemas de site)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

LDAP (Lightweight Directory Access Protocol)

--

389

LDAP (ligação SSL [Secure Sockets Layer])

636

636

LDAP de Catálogo Global

--

3268

SSL LDAP de Catálogo Global

--

3269

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

(Ver nota 5, Comunicação entre o servidor do site e os sistemas de site)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 1, Porta do Servidor Proxy)

Esta comunicação é utilizada na implementação de perfis de certificado, utilizando o ponto de registo de certificados. A comunicação não é utilizada para todos os servidores do site na hierarquia; é utilizada apenas para o servidor do site na parte superior da hierarquia.

Descrição

UDP

TCP

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC (DCOM)

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

(Ver nota 5, Comunicação entre o servidor do site e os sistemas de site)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Descrição

UDP

TCP

SQL sobre TCP

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)


Durante a instalação de um site que irá utilizar um SQL Server remoto para alojar a base de dados do site, tem de abrir as seguintes portas entre o servidor do site e o SQL Server:

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

RPC

--

DINÂMICAS (Ver nota 6, Portas dinâmicas)

(Ver nota 5, Comunicação entre o servidor do site e os sistemas de site)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 ou 8530 (Ver nota 3, Windows Server Update Services)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 ou 8531 (Ver nota 3, Windows Server Update Services)

(Ver nota 5, Comunicação entre o servidor do site e os sistemas de site)

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Mapeador de Pontos Finais RPC

135

135

Descrição

UDP

TCP

SQL sobre TCP

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 (Ver nota 1, Porta do Servidor Proxy)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol)

--

80 ou 8530 (Ver nota 3, Windows Server Update Services)

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443 ou 8531 (Ver nota 3, Windows Server Update Services)

A replicação de bases de dados entre sites requer o SQL Server e um site para comunicar diretamente com o SQL Server do seu site principal ou subordinado.

Descrição

UDP

TCP

Serviço do SQL Server

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

SQL Server Service Broker

--

4022 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

System_CAPS_tipSugestão

O Gestor de configuração não requer o Browser do SQL Server, que utiliza a porta UDP 1434.

Descrição

UDP

TCP

SQL sobre TCP

--

1433 (Ver nota 2, Porta Alternativa Disponível)

Descrição

UDP

TCP

Protocolo HTTPS (Secure Hypertext Transfer Protocol)

--

443

  1. Porta do Servidor Proxy: esta porta não pode ser configurada, mas pode ser encaminhada através de um servidor proxy configurado.

  2. Porta Alternativa Disponível: é possível definir uma porta alternativa no Gestor de configuração para este valor. Se tiver sido definida uma porta personalizada, substitua-a quando definir as informações de filtro IP para políticas IPsec ou para configurar firewalls.

  3. Windows Server Update Services: o WSUS pode ser instalado no site predefinido (porta 80) ou num site personalizado (porta 8530).

    Após a instalação, a porta pode ser alterada. Não é necessário utilizar o mesmo número de porta ao longo da hierarquia do site.

    • Se a porta HTTP for 80, a porta HTTPS tem de ser 443.

    • Se a porta HTTP for qualquer outra, a porta HTTPS tem de ser uma unidade superior (por exemplo, 8530 e 8531).

    System_CAPS_noteNota

    Quando configura o ponto de atualização de software para utilizar HTTPS, a porta HTTP também tem de estar aberta. Os dados não encriptados, como o EULA para atualizações específicas, utilizam a porta HTTP.

  4. Daemon Trivial FTP (TFTP): o serviço de sistema do Daemon Trivial FTP (TFTP) não requer um nome de utilizador ou palavra-passe e faz parte dos Serviços de Implementação do Windows (WDS). O serviço Daemon Trivial FTP implementa suporte para o protocolo TFTP definido pelos RFC seguintes:

    • RFC 350 — TFTP

    • RFC 2347 — Extensão de opção

    • RFC 2348 — Opção de tamanho de bloco

    • RFC 2349 — Opções de tempo limite e de tamanho de transferência

    O Protocolo TFTP (Trivial File Transfer Protocol) foi concebido para suportar ambientes de arranque sem disco. Os Daemons TFTP escutam a porta UDP 69 mas respondem a partir de uma porta alta alocada dinamicamente. Por conseguinte, a ativação desta porta permitirá ao serviço TFTP receber pedidos de TFTP de entrada mas não permitirá que o servidor selecionado responda a esses pedidos. Não é possível permitir que o servidor selecionado responda a pedidos TFTP de entrada a menos que o servidor TFTP esteja configurado para responder na porta 69.

  5. Comunicação entre o servidor do site e sistemas de sites: por predefinição, a comunicação entre o servidor do site e os sistemas de sites é bidirecional. O servidor do site inicia a comunicação para configurar o sistema de sites e, em seguida, a maioria dos sistemas de sites restabelece ligação ao servidor do site para enviar informações de estado. Os pontos do Reporting Services e os pontos de distribuição não enviam informações de estado. Se selecionar Exigir que o servidor do site inicie ligações a este sistema de sites nas propriedades do sistema de sites, após a instalação do sistema de sites, a comunicação ao servidor do site não será iniciada. Em vez disso, o servidor do site inicia as ligações e utiliza a Conta de Instalação do Sistema de Sites para autenticação no servidor do sistema de sites.

  6. Portas dinâmicas: as portas dinâmicas (também conhecidas como portas efémeras) utilizam um intervalo de números de porta que é definido pela versão do sistema operativo. Para mais informações sobre os intervalos de portas predefinidos, consulte Descrição geral do serviço e requisitos de portas de rede para o Windows.

As secções seguintes fornecem informações adicionais sobre as portas utilizadas pelo Configuration Manager.

Os clientes utilizam o Bloco de Mensagens de Servidor (SMB) sempre que ligam a partilhas UNC. Por exemplo:

  • Instalação de cliente manual que especifica a propriedade de linha de comandos CCMSetup.exe /source:

  • Clientes do Endpoint Protection que transferem ficheiros de definição a partir de um caminho UNC.

Descrição

UDP

TCP

Bloco de Mensagem de Servidor (SMB)

--

445

Para comunicação com o motor de base de dados do SQL Server e para replicação entre sites, pode utilizar a porta predefinida do SQL Server ou especificar portas personalizadas:

  • As comunicações entre sites utilizam:

    • SQL Server Service Broker, que utiliza por predefinição a porta TCP 4022.

    • Serviço do SQL Server, que utiliza por predefinição a porta TCP 1433

  • A comunicação entre sites entre a base de dados do SQL Server e várias funções do sistema de sites do Gestor de configuração utiliza por predefinição a porta TCP 1433.

System_CAPS_warningAviso

O Gestor de configuração não suporta portas dinâmicas. Uma vez que, por predefinição, as instâncias nomeadas de SQL Server utilizam portas dinâmicas para ligações ao motor da base de dados, quando utilizar uma instância nomeada tem de configurar manualmente a porta estática que pretende utilizar para comunicação entre sites.

As seguintes funções do sistema de sites comunicam diretamente com a base de dados do SQL Server:

  • Ponto de serviço Web do Catálogo de Aplicações

  • Função de ponto de registo de certificados

  • Função de ponto de registo

  • Ponto de gestão

  • Servidor do site

  • Ponto do Reporting Services

  • SMS Provider

  • SQL Server --> SQL Server

Quando um SQL Server aloja bases de dados de mais de um site, cada base de dados deve utilizar uma instância separada do SQL Server e cada instância deve ser configurada com um conjunto exclusivo de portas.

Se tiver uma firewall ativada no computador do SQL Server, certifique-se de que está configurado para permitir as portas utilizadas pela implementação e em todas as localizações da rede entre computadores que comunicam com o SQL Server.

Para obter um exemplo de como configurar o SQL Server para utilizar uma porta específica, consulte Como: Configurar um Servidor para Escutar numa Porta TCP Específica (SQL Server Configuration Manager) na biblioteca TechNet do SQL Server.

Os pontos de gestão e os pontos de distribuição que suportam clientes baseados na Internet, o ponto de atualização de software e o ponto de estado de contingência utilizam as seguintes portas para instalação e reparação:

  • Servidor do site --> sistema de sites: mapeador de pontos finais RPC utilizando a porta UDP e TCP 135.

  • Servidor do site--> sistema de sites: portas TCP dinâmicas de RPC.

  • Servidor do site--> sistema de sites: blocos de mensagens de servidor (SMB) utilizando a porta TCP 445.

As instalações de aplicações e pacotes em pontos de distribuição exigem as seguintes portas RPC:

  • Servidor do site --> ponto de distribuição: mapeador de pontos finais RPC utilizando a porta UDP e TCP 135.

  • Servidor do site--> ponto de distribuição: portas TCP dinâmicas de RPC

Utilize o IPsec para ajudar a proteger o tráfego entre o servidor do site e os sistemas de sites. Se for preciso restringir as portas dinâmicas utilizadas com RPC, pode utilizar a ferramenta de configuração Microsoft RPC (rpccfg.exe) para configurar um intervalo limitado de portas para estes pacotes RPC. Para obter mais informações sobre a ferramenta de configuração RPC, consulte Como configurar o RPC para utilizar determinadas portas e como ajudar a proteger essas portas utilizando o IPsec.

System_CAPS_importantImportante

Para poder instalar estes sistemas de sites, certifique-se de que o serviço de registo remoto está em execução no servidor do sistema de sites e de que especificou uma Conta de Instalação do Sistema de Sites, caso este sistema de sites esteja numa floresta diferente do Active Directory, sem relação de confiança.

As portas utilizadas durante a instalação do cliente dependem do método de implementação do cliente. Consulte Portas Utilizadas Durante a Implementação do Cliente do Configuration Manager do tópico Firewall do Windows e definições de porta para clientes no System Center Configuration Manager para obter uma lista de portas para cada método de implementação do cliente. Para obter informações sobre como configurar a Firewall do Windows no cliente para instalação do cliente e comunicação pós-instalação, consulte Firewall do Windows e definições de porta para clientes no System Center Configuration Manager.

O servidor do site que executa a Migração utiliza várias portas para ligar a sites aplicáveis na hierarquia de origem, para recolher dados da base de dados do SQL Server dos sites de origem e para partilhar pontos de distribuição.

Para obter informações sobre estas portas, consulte a secção Configurações necessárias para a migração no tópico Pré-requisitos de migração no System Center Configuration Manager.

A tabela seguinte lista algumas das principais portas utilizadas pelo Windows Server e respetivas funções. Para obter uma lista mais completa dos serviços e dos requisitos de portas de rede do Windows Server, consulte Descrição geral dos serviços e requisitos de portas de rede para o sistema do Windows Server.

Descrição

UDP

TCP

Sistema de Nomes de Domínio (DNS)

53

53

Protocolo DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol)

67 e 68

--

Resolução de Nomes NetBIOS

137

--

Serviço de Datagrama NetBIOS

138

--

Serviço de Sessão NetBIOS

--

139

Mostrar: