Como atualizar clientes para servidores Linux e UNIX no System Center Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center Configuration Manager (current branch)

Pode atualizar a versão do cliente para Linux e UNIX num computador para uma versão mais recente do cliente, sem desinstalar previamente o cliente atual. Para o fazer, instale o novo pacote de instalação de cliente no computador, ao utilizar a propriedade -keepdb da linha de comandos. Quando o cliente para Linux e UNIX é instalado, substitui dados existentes do cliente pelos novos ficheiros do cliente. No entanto, a propriedade –keepdb da linha de comandos direciona o processo de instalação para reter o Identificador exclusivo (GUID) dos clientes, a base de dados local das informações e o arquivo de certificados. Esta informação é seguidamente utilizada pela nova instalação do cliente.

Por exemplo, tem um computador RHEL5 x64 que executa o cliente a partir da versão original do cliente do Configuration Manager para Linux e UNIX. Para atualizar este cliente para a versão do cliente a partir da atualização cumulativa 1, execute manualmente o script do install para instalar o pacote de cliente aplicável a partir da atualização cumulativa 1, com a adição do comutador –keepdb da linha de comandos. A linha de comandos que utiliza é semelhante a: ./install –mp <hostname> -sitecode <code> -keepdb ccm-Universal-x64.<build>.tar

Pode utilizar uma implementação de software para atualizar o cliente do UNIX para uma nova versão do cliente. No entanto, o cliente do O System Center Configuration Manager não pode executar diretamente o script de instalação para instalar o cliente novo porque a instalação de um novo cliente tem de desinstalar previamente o cliente atual. Isto terminaria o processo do cliente do Gestor de configuração que executa o script de instalação, antes de começar a instalação do cliente novo. Para utilizar com êxito uma implementação de software para instalar o cliente novo, tem de agendar a instalação para que inicie num momento futuro e para ser executada pelas capacidades de agendamento incorporadas do sistema operativo.

Para tal, utilize uma implementação de software para, primeiro, copiar os ficheiros para o novo pacote de instalação do cliente para o computador cliente e, em seguida, implementar e executar um script para agendar o processo de instalação do cliente. O script utiliza o comando at incorporado no sistema operativo para atrasar o início. Em seguida, quando o script é executado, a conclusão da operação é gerida pelo sistema operativo cliente e não pelo cliente do Gestor de configuração no computador. Isto permite que a linha de comandos chamada pelo script desinstale primeiro o cliente do Gestor de configuração e, em seguida, instale o novo cliente, concluindo o processo de atualização do cliente no computador Linux ou UNIX. Após a conclusão da atualização, o cliente atualizado permanecerá gerido pelo Gestor de configuração.

Utilize o procedimento seguinte para o ajudar a configurar uma implementação de software para atualizar o cliente para Linux e UNIX. Os seguintes passos e exemplos atualizam um computador RHEL5 x64 que executa a versão inicial do cliente para a versão de cliente da atualização cumulativa 1.

  1. Copie o novo ficheiro do pacote de instalação de cliente para o computador que executa o cliente do Gestor de configuração que pretende atualizar.

    Por exemplo, poderá colocar o pacote de instalação de cliente e instalar o script da atualização cumulativa 1 na seguinte localização do computador cliente: /tmp/PATCH

  2. Crie um script para gerir a atualização do cliente do Gestor de configuração e, em seguida, coloque uma cópia do script na mesma pasta do computador cliente onde se encontram os ficheiros de instalação do cliente, a partir do passo 1.

    O script não necessita de um nome específico, mas tem de conter linhas de comandos suficientes para utilizar os ficheiros de instalação do cliente a partir de uma pasta local no computador cliente e para instalar o pacote de instalação do cliente, utilizando a propriedade –keepdb da linha de comandos. Utilize a propriedade –keepdb da linha de comandos para manter o identificador exclusivo do cliente atual, para utilização pelo cliente novo que está a instalar.

    Por exemplo, crie um script com o nome upgrade.sh que contenha as linhas seguintes e, em seguida, copie-o para a pasta /tmp/PATCH no computador cliente:

    #!/bin/sh
    #
    /tmp/PATCH/install -sitecode <code> -mp <hostname> -keepdb /tmp/PATCH/ccm-Universal-x64.<build>.tar
    
    
  3. Utilize a implementação de software para que cada cliente utilize o comando at incorporado nos computadores para executar o script upgrade.sh com um pequeno atraso antes de executar o script.

    Por exemplo, utilize a seguinte linha de comandos para executar o script: at –f /tmp/upgrade.sh –m now + 5 minutes

Depois de o cliente agendar com êxito a execução do script upgrade.sh, o cliente envia uma mensagem de estado que indica que a implementação de software foi concluída com êxito. No entanto, a instalação atual do cliente é então gerida pelo computador, depois do atraso. Depois de concluída a atualização do cliente, valide a instalação ao rever o ficheiro /var/opt/microsoft/scxcm.log no computador cliente. Além disso, pode confirmar que o cliente está instalado e a comunicar com o site, através da visualização dos detalhes do cliente no nó Dispositivos da área de trabalho Ativos e Compatibilidade da consola do Gestor de configuração.

Mostrar: