Gerir sequências de tarefas para automatizar tarefas no System Center Configuration Manager

 

Aplica-se a: System Center Configuration Manager (current branch)

Utilize sequências de tarefas para automatizar passos no ambiente do O System Center Configuration Manager. Estes passos podem implementar uma imagem de sistema operativo num computador de destino, criar e capturar uma imagem de sistema operativo a partir de um conjunto de ficheiros de instalação de sistema operativo, e capturar e restaurar informações de estado do utilizador. As sequências de tarefas estão localizadas na consola do Gestor de configuração em Biblioteca de Software > Sistemas Operativos > Sequência de Tarefas. O nó Sequência de Tarefas, incluindo as subpastas que criar, é replicado em toda a hierarquia do Gestor de configuração. Para obter informações sobre planeamento, consulte Considerações sobre planeamento para automatizar tarefas no System Center Configuration Manager.

Utilize as seguintes secções para gerir sequências de tarefas:

Crie sequências de tarefas utilizando o Assistente de Criação de Sequência de Tarefas. Este assistente pode criar os seguintes tipos de sequências de tarefas:

Tipo de sequência de tarefas

Mais informações

Sequência de tarefas para instalar um sistema operativo

Este tipo de sequência de tarefas cria os passos para instalar um sistema operativo, bem como a opção para migrar dados de utilizador, incluir atualizações de software e instalar aplicações.

Sequência de tarefas para atualizar um sistema operativo

Este tipo de sequência de tarefas cria os passos para atualizar um sistema operativo, bem como a opção para incluir atualizações de software e instalar aplicações.

Sequência de tarefas para capturar um sistema operativo

Este tipo de sequência de tarefas cria os passos para criar e capturar um sistema operativo a partir de um computador de referência. Pode incluir atualizações de software e instalar aplicações no computador de referência antes da captura da imagem.

Sequência de tarefas para capturar e restaurar o estado do utilizador

Esta sequência de tarefas fornece os passos a adicionar a uma sequência de tarefas existente para capturar e restaurar dados de estado do utilizador.

Sequência de tarefas para gerir discos rígidos virtuais 

Este tipo de sequência de tarefas contém os passos para criar um VHD, o que inclui a instalação de um sistema operativo e de aplicações, que pode publicar no System Center Virtual Machine Manager (VMM) a partir da consola do Gestor de configuração.

Sequência de tarefas personalizada

Este tipo de sequência de tarefas não adiciona quaisquer passos à sequência de tarefas. Tem de editar a sequência de tarefas e adicionar passos à mesma depois de ser criada.

Pode modificar uma sequência de tarefas adicionando ou removendo passos de sequência de tarefas, adicionando ou removendo grupos de sequências de tarefas ou alterando a ordem dos passos. Utilize o procedimento seguinte para modificar uma sequência de tarefas existente.

System_CAPS_importantImportante

Quando edita uma sequência de tarefas criada com o Assistente de Criação de Sequência de Tarefas, o nome do passo pode ser a ação do passo ou o tipo do mesmo. Por exemplo, poderá ver um passo com o nome "Criar Partições do Disco 0", que é a ação de um passo do tipo Formatar e Particionar Disco. Todos os passos de sequência de tarefas estão documentados pelo respetivo tipo, não necessariamente pelo nome do passo que é apresentado no Editor.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Biblioteca de Software.

  2. Na área de trabalho Biblioteca de Software, expanda Sistemas Operativos e clique em Sequências de Tarefas.

  3. Na lista Sequência de Tarefas, selecione a sequência de tarefas que pretende editar.

  4. No separador Home Page, no grupo Sequência de Tarefas, clique em Editar e efetue qualquer uma das seguintes operações:

    • Para adicionar um passo de sequência de tarefas, clique em Adicionar, selecione o tipo de passo e, em seguida, clique no passo de sequência de tarefas que pretende adicionar. Por exemplo, para adicionar o passo Executar Linha de Comandos, clique em Adicionar, selecione Geral e, em seguida, clique em Executar Linha de Comandos.

      Para obter uma lista de todos os passos de sequência de tarefas e o respetivo tipo, consulte a tabela que se segue a este procedimento.

    • Para adicionar um grupo à sequência de tarefas, clique em Adicionar e clique em Novo Grupo. Depois de adicionar um grupo, pode adicionar passos ao grupo.

    • Para alterar a ordem dos passos e grupos na sequência de tarefas, selecione o passo ou o grupo que pretende reordenar e utilize os ícones Mover Item Para Cima ou Mover Item Para Baixo. Apenas pode mover um passo ou um grupo de cada vez.

    • Para remover um passo ou um grupo, selecione o passo ou o grupo e clique em Remover.

  5. Clique em OK para guardar as alterações.

Para obter uma lista dos passos de sequência de tarefas disponíveis, consulte Variáveis de passos de tarefas no System Center Configuration Manager.

Para que os clientes possam executar uma sequência de tarefas que referencie conteúdos, é necessário distribuir esses conteúdos aos pontos de distribuição. Em qualquer altura, pode selecionar a sequência de tarefas e distribuir o respetivo conteúdo para criar uma nova lista de pacotes de referência para distribuição. Se efetuar alterações à sequência de tarefas com conteúdo atualizado, tem de redistribuir o conteúdo antes de ser disponibilizado aos clientes. Utilize o seguinte procedimento para distribuir os conteúdos que são referenciados por uma sequência de tarefas.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Biblioteca de Software.

  2. Na área de trabalho Biblioteca de Software, expanda Sistemas Operativos e clique em Sequências de Tarefas.

  3. Na lista Sequência de Tarefas, selecione a sequência de tarefas que pretende distribuir.

  4. No separador Home Page, no grupo Implementação, clique em Distribuir Conteúdo para iniciar o Assistente para Distribuir Conteúdo.

  5. Na página Geral, verifique se a sequência de tarefas correta está selecionada para distribuição e, em seguida, clique em Seguinte.

  6. Na página Conteúdo, confirme os conteúdos a distribuir, por exemplo a imagem de arranque referenciada pela sequência de tarefas e, em seguida, clique em Seguinte.

  7. Na página Destino do Conteúdo, especifique as coleções, o ponto de distribuição ou grupo de pontos de destino aos quais pretende distribuir os conteúdos da sequência de tarefas e, em seguida, clique em Seguinte.

    System_CAPS_importantImportante

    Se a sequência de tarefas que selecionou referenciar conteúdos que já tenham sido distribuídos a um ponto de distribuição específico, esse ponto de distribuição não será incluído na lista do assistente.

  8. Conclua o assistente.

Pode pré-configurar o conteúdo referenciado na sequência de tarefas. O Gestor de configuração cria um ficheiro de conteúdo comprimido e pré-configurado que contém os ficheiros, dependências associadas e metadados associados para o conteúdo que selecionar. Em seguida, poderá importar manualmente os conteúdos para um servidor de sites, site secundário ou ponto de distribuição. Para obter mais informações sobre como pré-configurar ficheiros de conteúdo, consulte Pré-configurar conteúdo.

Utilize o seguinte procedimento para implementar uma sequência de tarefas nos computadores de uma coleção.

System_CAPS_warningAviso

Pode gerir o comportamento de implementações de sequência de tarefas de alto risco. Uma implementação de alto risco é uma implementação que é automaticamente instalada e que tem o potencial de causar resultados indesejados. Por exemplo, uma sequência de tarefas que tenha um objetivo Obrigatório que implemente um sistema operativo é considerada uma implementação de alto risco. Para mais informações, consulte Definições para gerir implementações de alto risco para o System Center Configuration Manager.

System_CAPS_noteNota

As mensagens de estado para a implementação da sequência de tarefas são apresentadas na janela Mensagem de um site primário, mas não são apresentadas num site de administração central.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Biblioteca de Software.

  2. Na área de trabalho Biblioteca de Software, expanda Sistemas Operativos e clique em Sequências de Tarefas.

  3. Na lista Sequência de Tarefas, selecione a sequência de tarefas que pretende implementar.

  4. No separador Home Page, no grupo Implementação, clique em Implementar.

    System_CAPS_noteNota

    Se a opção Implementar não estiver disponível, a sequência de tarefas tem uma referência que não é válida. Corrija a referência e tente implementar a sequência de tarefas novamente.

  5. Na página Geral, especifique as seguintes informações e clique em Seguinte.

    • Sequência de tarefas: especifique a sequência de tarefas que pretende implementar. Por predefinição, esta caixa apresenta a sequência de tarefas que selecionou.

    • Coleção: especifique a coleção que contém os computadores que irão executar a sequência de tarefas.

      Não implemente sequências de tarefas que instalem sistemas operativos em coleções inadequadas, por exemplo a coleção Todos os Sistemas. Certifique-se de que a coleção que selecionou apenas contém os computadores nos quais pretende executar a sequência de tarefas.

      System_CAPS_noteNota

      Quando implementar uma implementação de alto risco, como um sistema operativo, a janela Selecionar Coleção apresenta apenas as coleções personalizadas que cumprem as definições de verificação da implementação que estão configuradas nas propriedades do site. As implementações de alto risco são sempre limitadas a coleções personalizadas, coleções criadas por si e a coleção incorporada Computadores Desconhecidos. Quando cria uma implementação de alto risco, não é possível selecionar uma coleção incorporada como Todos os Sistemas. Desmarque a opção Ocultar coleções com uma contagem de membros superior à configuração de tamanho mínimo do site para ver todas as coleções personalizadas que incluem menos clientes do que o tamanho máximo configurado. Para mais informações, consulte Definições para gerir implementações de alto risco para o System Center Configuration Manager.

      As definições de verificação da implementação são baseadas na associação atual da coleção. Após implementar a sequência de tarefas, a associação da coleção não é reavaliada relativamente às definições de implementação de alto risco.

      Por exemplo, digamos que definiu o Tamanho predefinido para 100 e o Tamanho máximo para 1 000. Ao criar uma implementação de alto risco, a janela Selecionar Coleção apenas apresenta as coleções com menos de 100 clientes. Se limpar a definição Ocultar coleções com uma contagem de membros superior à configuração de tamanho mínimo do site, a janela apresentará as coleções com menos de 1 000 clientes.

      Quando seleciona uma coleção que contém uma função do site, são aplicáveis as seguintes situações:

      • Se a coleção contiver um servidor do sistema de sites e nas definições de verificação de implementação configurar o bloqueio das coleções com servidores do sistema de sites, ocorrerá um erro e não conseguirá continuar.

      • Se a coleção contiver um servidor do sistema de sites e nas definições de verificação da implementação configurar a apresentação de um aviso caso as coleções incluam servidores do sistema de sites, se a coleção ultrapassar o valor do tamanho predefinido ou se a coleção contiver um servidor, o Assistente de Implementação de Software apresentará um aviso de alto risco. Tem de aceitar criar uma implementação de alto risco e é criada uma mensagem de estado de auditoria.

    • Comentários (opcional): especifique informações adicionais que descrevam esta implementação da sequência de tarefas.

  6. Na página Definições de Implementação, especifique as seguintes informações e clique em Seguinte.

    • Objetivo: na lista pendente, escolha uma das seguintes opções:

      • Disponível: se a sequência de tarefas for implementada para um utilizador, este verá a sequência de tarefas publicada no Catálogo de Aplicações e poderá solicitá-la a pedido. Se a sequência de tarefas for implementada num dispositivo, o utilizador irá vê-la no Centro de Software e pode instalá-la a pedido.

      • Necessário: a sequência de tarefas é implementada automaticamente, de acordo com a agenda configurada. No entanto, um utilizador poderá controlar o estado de implementação da sequência de tarefas (desde que não esteja oculta) e instalar a sequência de tarefas antes do prazo utilizando o Centro de Software.

    • Implementar automaticamente de acordo com a agenda quer exista ou não um utilizador com sessão iniciada: esta opção não está disponível ao implementar uma sequência de tarefas.

    • Enviar pacotes de reativação: se o objetivo da implementação estiver definido como Necessário e esta opção estiver selecionada, é enviado um pacote de reativação para os computadores antes da instalação da implementação, de modo a reativar o computador da suspensão quando for atingido o prazo da instalação. Para poder utilizar esta opção, os computadores e redes terão de estar configurados para Reativação por LAN.

    • Permitir que os clientes numa ligação à Internet limitada transfiram conteúdo após o prazo de instalação, o que pode implicar custos adicionais: se tiver uma sequência de tarefas que instala uma aplicação, mas que não implementa um sistema operativo, pode especificar se pretende permitir que os clientes transfiram conteúdos após um prazo de instalação quando estiverem a utilizar ligações à Internet com tráfego limitado. Por vezes, os fornecedores de Internet cobram pela quantidade de dados que envia e recebe quando se encontra numa ligação à Internet com tráfego limitado.

      System_CAPS_noteNota

      Embora uma ligação de Internet limitada possa funcionar para sequências de tarefas que não implementam um sistema operativo, tal não é suportado.

    • Exigir a aprovação do administrador caso os utilizadores solicitem esta aplicação: esta opção não está disponível ao implementar uma sequência de tarefas.

    • Tornar disponível para o seguinte: especifique se a sequência de tarefas irá estar disponível para clientes do Gestor de configuração, suportes de dados ou PXE.

      System_CAPS_importantImportante

      Utilize a definição Apenas suportes de dados e PXE (oculto) para implementações com sequências de tarefas automatizadas. Selecione Permitir implementação de sistema operativo autónoma e defina a variável SMSTSPreferredAdvertID como parte do suporte de dados para que o computador arranque automaticamente para a implementação, sem interação do utilizador. Para mais informações sobre as variáveis de sequências de tarefas, consulte Variáveis incorporadas de sequência de tarefas no System Center Configuration Manager.

  7. Na página Agendamento, especifique as seguintes informações e clique em Seguinte.

    System_CAPS_importantImportante

    Quando um cliente Windows PE é iniciado a partir de um suporte de dados de arranque ou PXE, o cliente não avalia agendas de implementação (iniciar, extinguir ou horas de prazos). Configure apenas agendamentos em implementações para clientes que sejam iniciados a partir do sistema operativo Windows completo. Considere a utilização de outros métodos, como janelas de manutenção, para controlar sequências de tarefas ativas implementadas em clientes iniciados a partir do Windows PE.

    • Agendar quando esta implementação ficará disponível: especifique a data e a hora em que a sequência de tarefas ficará disponível para ser executada no computador de destino. Se selecionar a caixa de verificação UTC, esta definição garantirá que a sequência de tarefas ficará disponível para vários computadores de destino ao mesmo tempo, em vez de em alturas diferentes, de acordo com a hora local dos computadores de destino.

      Se a hora de início for anterior à hora necessária, o cliente transfere a sequência de tarefas à hora de início que especificou.

    • Agendar quando esta implementação expirará: especifique a data e a hora em que a sequência de tarefas irá expirar no computador de destino. Se seleciona a caixa de verificação UTC, a definição correspondente fará com que a sequência de tarefas expire em vários computadores de destino no mesmo tempo, em vez de tal acontecer em diferentes momentos, de acordo com a hora local dos computadores de destino.

    • Agenda da atribuição: especifique o momento em que a sequência de tarefas necessária será executada no computador de destino. Pode adicionar múltiplas agendas.

      Pode especificar a data e hora em que a agenda é iniciada, se a sequência de tarefas é executada semanalmente, mensalmente ou num intervalo personalizado e se a sequência de tarefas é executada após um registo de eventos como, por exemplo, o início ou o fim de sessão num computador.

      System_CAPS_noteNota

      Se agendar uma hora de início para uma sequência de tarefas necessária que seja anterior à data e à hora em que a sequência de tarefas irá estar disponível, o cliente do Gestor de configuração transfere a sequência de tarefas à hora de início agendada, mesmo que a sequência de tarefas esteja mais cedo.

    • Comportamento da nova execução: especifique o momento em que a sequência de tarefas será novamente executada. Pode especificar uma das seguintes opções.

      • Nunca voltar a executar o programa implementado: a sequência de tarefas não volta a ser executada no cliente se a sequência de tarefas tiver sido executada anteriormente no cliente. A sequência de tarefas não será novamente executada, mesmo que a respetiva execução inicial tenha falhado ou que os ficheiros de sequência de tarefas tenham sido alterados.

      • Executar sempre novamente o programa: a sequência de tarefas será sempre novamente executada no cliente quando a implementação estiver agendada, mesmo que a sequência de tarefas tenha sido anteriormente executada com êxito. Esta definição é particularmente útil se utilizar implementações periódicas cuja sequência de tarefas seja regularmente atualizada.

        System_CAPS_importantImportante

        Embora esta opção esteja definida por predefinição, não terá qualquer efeito enquanto não lhe for atribuída uma implementação necessária. As implementações disponíveis podem ser sempre novamente executadas por um utilizador.

      • Executar novamente se a tentativa anterior falhar: se a implementação estiver agendada, a sequência de tarefas apenas será novamente executada se a sequência de tarefas não tiver sido anteriormente executada com êxito. Esta definição é particularmente útil para implementações necessárias e permite que a execução das mesmas seja automaticamente repetida, de acordo com a agenda de atribuição, caso a última tentativa de execução não tenha sido concluída com êxito.

      • Executar novamente se a tentativa anterior tiver êxito: a sequência de tarefas apenas será novamente executada se tiver sido anteriormente executada com êxito no cliente. Esta definição é útil se utilizar implementações periódicas cuja sequência de tarefas seja regularmente atualizada e cada atualização necessitar que a atualização anterior tenha sido instalada com êxito.

      System_CAPS_noteNota

      Uma vez que um utilizador pode executar novamente uma sequência de tarefas de implementação, certifique-se de que, antes de implementar uma sequência de tarefas disponível num ambiente de produção, avalia e testa cuidadosamente o que acontece quando um utilizador volta a executar a sequência de tarefas múltiplas vezes.

  8. Na página Experiência de Utilizador, especifique as seguintes informações e clique em Seguinte.

    • Permitir que os utilizadores executem o programa independentemente das atribuições: especifique se o utilizador tem permissão para executar uma sequência de tarefas necessária, independentemente das atribuições da implementação.

    • Mostrar progresso da Sequência de Tarefas: especifique se o cliente do Gestor de configuração apresenta a evolução da sequência de tarefas.

    • Instalação de software: especifique se o utilizador tem permissão para instalar o software fora das janelas de manutenção configuradas e depois da hora agendada.

    • Reinício do sistema (se for necessário para concluir a instalação): especifique se o utilizador tem permissão para reiniciar o computador após uma instalação de software fora de uma janela de manutenção configurada e depois da hora da atribuição.

    • Permitir a execução da sequência de tarefas para o cliente na Internet: especifique se a sequência de tarefas poderá ser executada num cliente baseado na Internet que o Gestor de configuração detete como estando ligado à Internet. As operações que instalam software, por exemplo um sistema operativo, não são suportadas por esta definição. Só deve utilizar esta opção para sequências de tarefas genéricas, baseadas em scripts, que executem operações padrão do sistema operativo.

  9. Na página Alertas, especifique as definições de alerta pretendidas para esta implementação de sequências de tarefas e, em seguida, clique em Seguinte.

  10. Na página Pontos de Distribuição, especifique as seguintes informações e, em seguida, clique em Seguinte.

    • Opções de implementação: especifique uma das seguintes opções:

      System_CAPS_noteNota

      Se utilizar multicast para implementar um sistema operativo, os conteúdos deverão ser transferidos para os computadores de destino quer à medida que forem necessários ou antes de a sequência de tarefas ser executada.

      • Especifique que os clientes devem transferir os conteúdos do ponto de distribuição para o computador de destino, se tal for necessário para a sequência de tarefas.

      • Especifique se os clientes deverão transferir todos os conteúdos do ponto de distribuição para o computador de destino antes de a sequência de tarefas ser executada. Esta opção não será apresentada se tiver especificado que a sequência de tarefas estará disponível para implementações com arranque PXE ou com suportes de dados (consulte a página Definições de Implementação).

      • Especifique se os clientes deverão executar os conteúdos a partir do ponto de distribuição. Esta opção só estará disponível se todos os pacotes associados à sequência de tarefas estiverem configurados para utilizar uma partilha de pacote no ponto de distribuição. Para permitir que os conteúdos utilizem uma partilha de pacote, consulte o separador Acesso a Dados nas Propriedades de cada pacote.

    • Se não estiver disponível nenhum ponto de distribuição local, utilizar um ponto de distribuição remoto: especifique se os clientes poderão utilizar pontos de distribuição que se encontram em redes lentas e pouco fiáveis para a transferência de conteúdos que sejam necessários para a sequência de tarefas.

  11. Conclua o assistente.

Pode exportar e importar sequências de tarefas, com ou sem os objetos a elas associados, como por exemplo uma imagem de sistema operativo, uma imagem de arranque, um pacote de agente do cliente, um pacote de controladores e aplicações que tenham dependências.

Pondere os seguintes aspetos ao exportar e importar sequências de tarefas.

  • As palavras-passe que se encontram armazenadas na sequência de tarefas não são exportadas. Se exportar e importar uma sequência de tarefas que contenha palavras-passe, deverá editar a sequência de tarefas importada e especificar novamente as palavras-passe. Certifique-se de que especifica palavras-passe para as ações Associar Domínio ou Grupo de Trabalho, Ligar à Pasta de Rede e Executar Linha de Comandos.

  • Como procedimento recomendado, sempre que existam vários sites primários, as sequências de tarefas deverão ser importadas no site de administração central.

Utilize os seguintes procedimentos para exportar e importar uma sequência de tarefas.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Biblioteca de Software.

  2. Na área de trabalho Biblioteca de Software, expanda Sistemas Operativos e clique em Sequências de Tarefas.

  3. Na lista Sequência de Tarefas, selecione as sequências de tarefas que pretende exportar. Se selecionar mais do que uma sequência de tarefas, estas serão armazenadas num ficheiro de exportação.

  4. No separador Início, no grupo Sequência de Tarefas, clique em Exportar para iniciar o Assistente de Criação de Sequência de Tarefas.

  5. Na página Geral, especifique as seguintes definições e clique em Seguinte.

    • Na caixa Ficheiro, especifique a localização e o nome do ficheiro de exportação. Se introduzir diretamente o nome do ficheiro, certifique-se de que inclui a extensão .zip no nome do ficheiro. Se navegar para o ficheiro de exportação, o assistente adicionará automaticamente esta extensão de nome de ficheiro.

    • Desative a caixa de verificação Exportar todas as dependências de sequência de tarefas se não pretender exportar as dependências das sequências de tarefas. Por predefinição, o assistente verifica se existem todos os objetos relacionados e exporta-os juntamente com a sequência de tarefas. Esta operação abrange eventuais dependências de aplicações.

    • Desative a caixa de verificação Exportar todo o conteúdo para as dependências e sequências de tarefas selecionadas se não pretender que os conteúdos da origem do pacote sejam copiados para a localização de exportação. Se esta caixa de verificação estiver selecionada, o Assistente para Importar Sequência de Tarefas utilizará o caminho de importação como a nova localização de origem do pacote.

    • Na caixa Comentários do administrador, adicione uma descrição das sequências de tarefas a exportar.

  6. Conclua o assistente.

O assistente cria os seguintes ficheiros de saída:

  • Se não exportar conteúdos: um ficheiro .zip.

  • Se não exportar conteúdos: um ficheiro .zip e uma pasta designada exportar_files, em que exportar corresponde ao nome do ficheiro .zip que contém os conteúdos exportados.

Se incluir conteúdos ao exportar uma sequência de tarefas, certifique-se de que o ficheiro .zip e a pasta exportar_files são copiados, caso contrário a importação não será concluída com êxito.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Biblioteca de Software.

  2. Na área de trabalho Biblioteca de Software, expanda Sistemas Operativos e clique em Sequências de Tarefas.

  3. No separador Home Page, no grupo Criar, clique em Importar Sequência de Tarefas para iniciar o Assistente Importar Sequência de Tarefas.

  4. Na página Geral, especifique o ficheiro .zip exportado e clique em Seguinte.

  5. Na página Conteúdo do Ficheiro, selecione a ação de que necessita para cada objeto que importar. Esta página mostra todos os objetos que serão importados pelo Gestor de configuração.

    • Se o objeto nunca tiver sido importado, selecione Criar Novo.

    • Se o objeto tiver sido importado anteriormente, selecione uma das seguintes ações:

      • Ignorar Duplicado (predefinição): esta ação não importa o objeto. Em vez disso, o assistente liga o objeto existente à sequência de tarefas.

      • Substituir: esta ação substitui o objeto existente pelo objeto importado. Para aplicações, pode adicionar uma revisão para atualizar a aplicação existente ou criar uma nova aplicação.

  6. Conclua o assistente.

Depois de importar a sequência de tarefas, edite-a para especificar as palavras-passe que estavam na sequência de tarefas original. Por razões de segurança, as palavras-passe não são exportadas.

Pode definir variáveis de sequência de tarefas personalizadas para computadores e coleções. As variáveis definidas para um computador são designadas variáveis de sequência de tarefas por computador. As variáveis definidas para uma coleção são designadas variáveis de sequência de tarefas por coleção. Em caso de conflito, as variáveis por computador têm precedência sobre as variáveis por coleção. Isto significa que as variáveis de sequência de tarefas atribuídas a um computador específico possuem automaticamente prioridade sobre as variáveis atribuídas à coleção que contém o computador.

Por exemplo, se a coleção ABC tiver atribuída uma variável e o computador XYZ, que é um membro da coleção ABC, tiver atribuída uma variável com o mesmo nome, a variável atribuída ao computador XYZ terá prioridade sobre a variável atribuída à coleção ABC.

Pode ocultar as variáveis por computador e por coleção para que não fiquem visíveis na consola do Gestor de configuração. Se pretender que deixem de ficar ocultas, tem de as eliminar e redefinir sem selecionar a opção para as ocultar. Quando utiliza a opção Não apresentar este valor na consola do Configuration Manager, o valor da variável não é apresentado, mas pode continuar a ser utilizado pela sequência de tarefas quando for executado.

Pode gerir variáveis por computador num site primário ou num site de administração central. O Gestor de configuração não suporta mais do que 1 000 variáveis atribuídas para um computador.

System_CAPS_warningAviso

Quando utiliza variáveis por coleção para sequências de tarefas, considere o seguinte:

  • Como as alterações nas coleções são sempre replicadas em toda a hierarquia, quaisquer alterações efetuadas nas variáveis da coleção serão aplicadas não apenas aos membros do site atual, mas a todos os membros da coleção de toda a hierarquia.

  • Quando elimina uma coleção, esta ação também elimina as variáveis de sequência de tarefas configuradas para a coleção.

Utilize os procedimentos seguintes para criar variáveis de sequência de tarefas para um computador ou uma coleção.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Ativos e Compatibilidade.

  2. Na área de trabalho Ativos e Compatibilidade, expanda a coleção que contém o computador ao qual pretende adicionar a variável.

  3. Selecione o computador e clique em Propriedades.

  4. Na caixa de diálogo Propriedades, clique no separador Variáveis.

  5. Para cada variável que pretende criar, clique no ícone Novo da caixa de diálogo <Nova> Variável e especifique o nome e o valor da variável de sequência de tarefas. Desmarque a caixa de verificação Não apresentar este valor na consola do Configuration Manager se pretender ocultar as variáveis, para que não fiquem visíveis na consola do Gestor de configuração.

  6. Depois de ter adicionado todas as variáveis ao computador, clique em OK.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Ativos e Compatibilidade.

  2. Na área de trabalho Ativos e Compatibilidade, selecione a coleção à qual pretende adicionar a variável e clique em Propriedades.

  3. Na caixa de diálogo Propriedades, clique no separador Variáveis da Coleção.

  4. Para cada variável que pretende criar, clique no ícone Novo da caixa de diálogo <Nova> Variável e especifique o nome e o valor da variável de sequência de tarefas. Desmarque a caixa de verificação Não apresentar este valor na consola do Configuration Manager se pretender ocultar as variáveis, para que não fiquem visíveis na consola do Gestor de configuração.

  5. Opcionalmente, especifique a prioridade a utilizar pelo Gestor de configuração quando são avaliadas as variáveis de sequência de tarefas.

  6. Depois de ter adicionado todas as variáveis à coleção, clique em OK.

Pode gerir sequências de tarefas com ações adicionais ao selecionar a sequência de tarefas utilizando o seguinte procedimento.

  1. Na consola do Gestor de configuração, clique em Biblioteca de Software.

  2. Na área de trabalho Biblioteca de Software, expanda Sistemas Operativos e clique em Sequências de Tarefas.

  3. Na lista Sequência de Tarefas, selecione a sequência de tarefas que pretende gerir e selecione uma das opções disponíveis.

Utilize a seguinte tabela para obter mais informações sobre algumas das ações adicionais para gerir as sequências de tarefas.

Ação

Descrição

Copiar

Efetua uma cópia da sequência tarefas selecionada. Esta ação pode ser útil quando pretender criar uma nova sequência de tarefas baseada numa sequência de tarefas existente.

Quando efetuar uma cópia de uma sequência de tarefas numa pasta, esta é listada nessa pasta até a atualizar o nó da sequência de tarefas. Após a atualização, cópia aparece na pasta raiz.

Desativar

Desativa a sequência de tarefas para não ser executada nos computadores. As sequências de tarefas desativadas podem ser implementadas nos computadores, mas os computadores não executam a sequência de tarefas enquanto não for ativada.

Ativar

Ativa a sequência de tarefas para poder ser executada. Não necessita de voltar a implementar uma sequência de tarefas implementada depois de ser ativada.

Criar Ficheiro de Conteúdo Pré-configurado

Inicia o Assistente para Criar Ficheiro de Conteúdo Pré-configurado para pré-configurar o conteúdo da sequência de tarefas. Para obter mais informações sobre como criar um ficheiro de conteúdo pré-configurado, consulte Pré-configurar conteúdo.

Mover

Move a sequência de tarefas selecionada para outra pasta.

Propriedades

Abre a caixa de diálogo Propriedades da sequência de tarefas selecionada. Utilize esta caixa de diálogo para alterar o comportamento do objeto da sequência de tarefas. No entanto, não é possível alterar os passos da sequência de tarefas utilizando esta caixa de diálogo.

Mostrar: