Microsoft Security Bulletin MS06-038 - Crítica

Vulnerabilidades no Microsoft Office poderiam permitir Execução Remota de Código (917284)

Data de publicação: 11 de julho de 2006 | Updated: 11 de outubro de 2006

actualizada: 1.5

Resumo

Quem deve ler este documento: Clientes que utilizam o Microsoft Office

Impacto da Vulnerabilidade: Execução Remota de Código

Classificação de Gravidade Máxima: Crítica

Recomendação: Os clientes deverão aplicar de imediato a actualização

Substituição de Actualizações de Segurança: Este boletim substitui uma actualização de segurança anterior. Consulte a secção de Perguntas mais frequentes deste boletim para obter a lista completa.

Avisos: Nenhum

Localizações de Transferência de Actualizações de Segurança e Software Testado:

Software Afectado:

  • Microsoft Office 2003 Service Pack 1 ou Service Pack 2 - Transferir a actualização (KB917151)
    • Microsoft Access 2003
    • Microsoft Excel 2003
    • Microsoft Excel 2003 Viewer
    • Microsoft FrontPage 2003
    • Microsoft InfoPath 2003
    • Microsoft OneNote 2003
    • Microsoft Outlook 2003
    • Microsoft PowerPoint 2003
    • Microsoft Project 2003
    • Microsoft Publisher 2003
    • Microsoft Visio 2003
    • Microsoft Word 2003
    • Microsoft Word 2003 Viewer
  • Microsoft Office XP Service Pack 3 - Transferir a actualização (KB917150)
    • Microsoft Access 2002
    • Microsoft Excel 2002
    • Microsoft FrontPage 2002
    • Microsoft Outlook 2002
    • Microsoft PowerPoint 2002
    • Microsoft Publisher 2002
    • Microsoft Visio 2002
    • Microsoft Word 2002
  • Microsoft Office 2000 Service Pack 3 - Transferir a actualização (KB917152)
    • Microsoft Access 2000
    • Microsoft Excel 2000
    • Microsoft FrontPage 2000
    • Microsoft Outlook 2000
    • Microsoft PowerPoint 2000
    • Microsoft Publisher 2000
    • Microsoft Word 2000
  • Microsoft Project 2002 Service Pack 1 - Transferir a actualização (KB917150)
  • Microsoft Visio 2002 Service Pack 2 - Transferir a actualização (KB917150)
  • Microsoft Project 2000 Service Release 1 Transferir a actualização (KB917152)
  • Microsoft Office 2004 para Mac
  • Microsoft Office v. X para Mac

Software Não Afectado:

  • Microsoft Works Suites:
    • Microsoft Works Suite 2004
    • Microsoft Works Suite 2005
    • Microsoft Works Suite 2006

O software referido nesta lista foi testado para determinar se todas as suas versões são afectadas. As outras versões ou não são abrangidas pelo suporte de actualizações de segurança ou podem não ser afectadas. Para determinar o ciclo de vida do suporte do seu produto e versão visite o Web site do Ciclo de Vida do Suporte Microsoft.

Informações Gerais

Esta actualização resolve várias vulnerabilidades públicas recentemente descobertas e comunicadas de forma privada. Cada vulnerabilidade está documentada neste boletim na respectiva secção "Detalhes sobre a Vulnerabilidade".

Ao usar uma versão vulnerável do Office, se um utilizador tivesse iniciado a sessão com direitos de administrador, um intruso que explorasse com sucesso esta vulnerabilidade poderia assumir o controlo total da estação de trabalho do cliente. Um intruso poderia então instalar programas; ver, alterar ou eliminar dados; ou ainda criar novas contas com todos os privilégios. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com menos direitos de utilização no sistema podem correr menos riscos do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.

A Microsoft recomenda que os clientes apliquem de imediato a actualização.

Classificações da Gravidade e Identificadores da Vulnerabilidade:

Identificadores da VulnerabilidadeImpacto da VulnerabilidadeMicrosoft Office 2003Microsoft Office XPMicrosoft Office 2000 Microsoft Office 2004 para Mac ou Microsoft Office v. X para Mac
Vulnerabilidade de Análise no Microsoft Office - CVE-2006-1316Execução Remota de CódigoImportanteImportanteCríticaImportante
Vulnerabilidade no Controlo do Microsoft Office - CVE-2006-1318Execução Remota de CódigoImportanteImportanteCríticaImportante
Vulnerabilidade de Análise de cadeia mal formada no Microsoft Office - CVE-2006-1540Execução Remota de CódigoImportanteImportanteCríticaImportante
Vulnerabilidade de propriedade no Microsoft Office - CVE-2006-2389Execução Remota de CódigoImportanteImportanteCríticaImportante
Gravidade Agregada de Todas as Vulnerabilidades Importante Importante Crítica Importante

Esta avaliação baseia-se nos tipos de sistemas que são afectados pela vulnerabilidade, nos respectivos padrões típicos de implementação e no efeito que a exploração da vulnerabilidade teria sobre os mesmos.

Estou a actualizar os pontos de instalação administrativos e reparei que existem dois .msp’s. Porquê?Limitações na lógica de detecção de patches obrigam-nos a ter dois patches independentes. Isto acontece porque os envios do ficheiro a ser actualizado, o mso.dll, estão associados a tantos produtos que se usássemos um único .MSP para todos eles, a lógica de detecção no MSP seria demasiado grande para que as nossas ferramentas de detecção o pudessem consumir. Estamos a trabalhar activamente para resolver esta limitação.

A instalação administrativa indica o mso.msp e o pvmso.msp. Tenho de instalar ambos os pacotes? Sim, o mso.msp destina-se sobretudo a produtos Office, como o Word e o Excel. O pvmso.msp destina-se a produtos Office adicionais, como o Visio, o Project e o OneNote. Para estar seguro, terá de instalar ambos os pacotes.

Que actualizações são substituídas por esta edição?
Esta actualização de segurança substitui uma anterior. Os IDs do boletim de segurança e o software afectado encontra-se listado na seguinte tabela.

Identificação do BoletimMicrosoft Office 2003Microsoft Office XP, Project 2002 Service Pack 1 e Visio 2002 Service Pack 2Microsoft Office 2000
MS05-005 Não AplicávelSubstituídoNão Aplicável

Posso utilizar o Microsoft Baseline Security Analyzer (MBSA) para determinar se esta actualização é necessária?

A tabela seguinte fornece o resumo de detecções do MBSA para esta actualização de segurança.

SoftwareMBSA 1.2.1MBSA 2.0
Microsoft Office 2003SimSim
Microsoft Office XPSimSim
Microsoft Office 2000SimNão
Microsoft Office 2004 para MacNãoNão
Microsoft Office v. X para MacNãoNão

Nota O MBSA 1.2.1 utiliza uma versão integrada da ferramenta Office Detection Tool (ODT) que não suporta análises remotas desta actualização de segurança. Para mais informações sobre o MBSA, visite o Web site do MBSA.

Para mais informações sobre o MBSA, visite o Web site do MBSA. Para mais informações sobre programas que o Microsoft Update e o MBSA 2.0 não detectam actualmente, consulte o artigo 895660 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft.

Posso utilizar o Systems Management Server (SMS) para determinar se esta actualização é necessária?

A tabela seguinte fornece o resumo do SMS para esta actualização de segurança.

SoftwareSMS 2.0SMS 2003
Microsoft Office 2003SimSim
Microsoft Office XPSimSim
Microsoft Office 2000SimSim
Microsoft Office 2004 para MacNãoNão
Microsoft Office v. X para MacNãoNão

O SMS utiliza o MBSA para fins de detecção. Por conseguinte, o SMS tem as mesmas limitações listadas anteriormente neste boletim relacionadas com programas que o MBSA não detecta.

Para o SMS 2.0, o SMS SUS Feature Pack, que inclui a ferramenta Security Update Inventory Tool, pode ser usado pelo SMS para detectar actualizações de segurança. O SMS SUIT utiliza o motor MBSA 1.2.1 para detecção. Para mais informações sobre a ferramenta Security Update Inventory Tool, consulte o seguinte Web site da Microsoft. Para mais informações sobre as limitações da ferramenta Security Update Inventory Tool, consulte o artigo 306460 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft. O SMS SUS Feature Pack também inclui a ferramenta Microsoft Office Inventory Tool para detectar actualizações necessárias para aplicações do Microsoft Office.

Para o SMS 2003, a ferramenta SMS 2003 Inventory Tool para actualizações de software Microsoft pode ser usada pelo SMS para detectar actualizações de segurança que foram oferecidas pelo Microsoft Update e que são suportadas pelos Windows Server Update Services. Para obter mais informações sobre a ferramenta SMS 2003 Inventory Tool for Microsoft Updates, visite o seguinte Web site da Microsoft. O SMS 2003 também pode utilizar a ferramenta Microsoft Office Inventory Tool para detectar as actualizações necessárias para aplicações do Microsoft Office.

Para mais informações sobre o SMS, visite o Web site do SMS.

Vulnerabilidade de Análise no Microsoft Office - CVE-2006-1316

Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código no Office, que poderia ser explorada quando uma cadeia mal formada incluída num ficheiro do Office tivesse sido analisada por qualquer uma das aplicações Office afectadas.  Uma destas cadeias poderia ser incluída num anexo de correio electrónico processado por uma das aplicações afectadas ou alojado num web site malicioso. Ver ou pré-visualizar uma mensagem de correio electrónico mal formada numa versão afectada do Outlook não poderia levar à exploração desta vulnerabilidade.  Um intruso poderia explorar a vulnerabilidade criando um ficheiro do Office especialmente concebido para o efeito, que poderia permitir a execução remota de código.

Se um utilizador tivesse sessão iniciada com privilégios administrativos, um intruso que conseguisse tirar partido desta vulnerabilidade poderia obter controlo total sobre um sistema afectado. Um intruso poderia então instalar programas; ver, alterar ou eliminar dados; ou ainda criar novas contas com todos os privilégios. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com direitos de utilização reduzidos no sistema podem ser menos afectados do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.

Factores atenuantes para a Vulnerabilidade de Análise no Microsoft Office - CVE-2006-1316

  • Um intruso que explorasse com sucesso esta vulnerabilidade poderia obter os mesmos privilégios que o utilizador local. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com menos direitos de utilização no sistema podem correr menos riscos do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.
  • No Outlook 2002 e Outlook 2003, a vulnerabilidade não pode ser automaticamente explorada através de correio electrónico. Para um ataque poder ser bem sucedido, o utilizador terá de confirmar que pretende Abrir, Guardar ou Cancelar o anexo enviado numa mensagem de correio electrónico antes de ocorrer a exploração.
  • No cenário de um ataque baseado na Web, um intruso poderia alojar um Web site contendo uma página Web que fosse utilizada para explorar esta vulnerabilidade. Além disso, os Web sites afectados e os Web sites que aceitam ou alojam conteúdos ou anúncios fornecidos por utilizadores poderiam conter conteúdos especialmente concebidos que poderiam explorar esta vulnerabilidade. Contudo, em qualquer dos casos, o intruso não teria forma de forçar os utilizadores a visitar estes Web sites. Em vez disso, um intruso teria de persuadir os utilizadores a visitar o Web site, levando-os normalmente a clicar numa hiperligação presente numa mensagem de correio electrónico, ou num programa de mensagens instantâneas, que levasse o utilizador para o Web site do intruso.

Nota O Office 2000 não solicita ao utilizador para Abrir, Guardar, ou Cancelar antes de abrir um documento.

Soluções alternativas para a Vulnerabilidade de Análise Microsoft - CVE-2006-1316:

A Microsoft testou as seguintes soluções alternativas. Apesar de estas soluções alternativas não corrigirem a vulnerabilidade subjacente, elas ajudam a bloquear vectores de ataque conhecidos. Na secção seguinte identificam-se os casos em que uma solução alternativa reduz a funcionalidade.

Não abra ou guarde ficheiros Microsoft Office que tenha recebido de fontes não-fidedignas, ou que recebeu de fontes fidedignas, mas que de alguma forma não correspondem ao que é habitual.

É possível tirar partido desta vulnerabilidade quando um utilizador abre um ficheiro.

Perguntas mais frequentes sobre a Vulnerabilidade de Análise no Microsoft Office - CVE-2006-1316:

Qual é a abrangência desta vulnerabilidade?
Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código no Office, que poderia ser explorada quando uma cadeia mal formada incluída num ficheiro do Office tivesse sido analisado por qualquer uma das aplicações Office afectadas. Uma destas cadeias poderia ser incluída num anexo de correio electrónico processado por uma das aplicações afectadas ou alojado num web site malicioso. Ver ou pré-visualizar uma mensagem de correio electrónico mal formada numa versão afectada do Outlook não poderia levar à exploração desta vulnerabilidade. Um intruso poderia explorar a vulnerabilidade criando um ficheiro do Office especialmente concebido para o efeito, que poderia permitir a execução remota de código.

Se um utilizador tivesse sessão iniciada com privilégios administrativos, um intruso que conseguisse tirar partido desta vulnerabilidade poderia obter controlo total sobre um sistema afectado. Um intruso poderia então instalar programas; ver, alterar ou eliminar dados; ou ainda criar novas contas com todos os privilégios. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com direitos de utilização reduzidos no sistema podem ser menos afectados do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.

O que provoca a vulnerabilidade?
Quando o Office abre um ficheiro Office especialmente concebido para o efeito e analisa uma cadeia mal formada, isso pode danificar a memória do sistema de tal forma que é possível a um intruso executar código arbitrário.

Como poderia um intruso utilizar a vulnerabilidade?
Um intruso que conseguisse explorar com sucesso esta vulnerabilidade poderia fazer com que código arbitrário fosse executado com os privilégios do utilizador que abriu o ficheiro.

Como poderia um intruso explorar a vulnerabilidade?
No cenário de um ataque baseado na Web, um intruso poderia alojar um Web site contendo uma página Web que fosse utilizada para explorar esta vulnerabilidade. Além disso, os Web sites afectados e os Web sites que aceitam ou alojam conteúdos ou anúncios fornecidos por utilizadores poderiam conter conteúdos especialmente concebidos que poderiam explorar esta vulnerabilidade. Contudo, em qualquer dos casos, o intruso não teria forma de forçar os utilizadores a visitar estes Web sites. Pelo contrário, um intruso teria de persuadir os utilizadores a visitar o Web site. A forma típica para o conseguir seria levá-los a clicar numa ligação numa mensagem de correio electrónico ou numa mensagem instantânea, que levasse os utilizadores até ao Web site do intruso.

Num cenário de ataque com base em correio electrónico, um intruso poderia explorar a vulnerabilidade enviando um ficheiro especialmente concebido para o efeito ao utilizador e persuadindo o utilizador a abri-lo.

Quais os sistemas mais susceptíveis a esta vulnerabilidade?
Os sistemas afectados são principalmente estações de trabalho e servidores de terminais. Os servidores podem estar mais sujeitos a risco se os utilizadores com permissões administrativas suficientes tiverem a capacidade de iniciar sessão nos servidores e executar programas. Contudo, os procedimentos recomendados desencorajam essa acção.

O que faz a actualização?
A actualização elimina a vulnerabilidade, alterando a forma como o Office analisa o comprimento de um registo, antes de passar a mensagem para a memória intermédia atribuída.

Quando este boletim de segurança foi publicado, esta vulnerabilidade já tinha sido divulgada publicamente?
Não. A Microsoft recebeu informações sobre esta vulnerabilidade através de divulgação responsável. A Microsoft ainda não tinha recebido informações que indicassem que esta vulnerabilidade tivesse sido divulgada publicamente, quando este boletim de segurança foi publicado pela primeira vez. Este boletim de segurança resolve a vulnerabilidade divulgada em meios privados e outras questões descobertas através de investigações internas.

Quando este boletim de segurança foi publicado, a Microsoft já tinha recebido informações sobre a exploração desta vulnerabilidade?
Não. A Microsoft não tinha recebido quaisquer informações que indicassem que esta vulnerabilidade tivesse sido utilizada publicamente para atacar clientes e não tinha conhecimento de exemplos publicados de código para prova de conceito quando este boletim de segurança foi criado pela primeira vez.

Vulnerabilidade no Controlo do Microsoft Office - CVE-2006-1318

Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código no Office, que poderia ser explorada quando um controlo mal formado incluído num ficheiro do Office tivesse sido analisado por qualquer uma das aplicações Office afectadas.  Um destes controlos poderia ser incluído num anexo de correio electrónico processado por uma das aplicações afectadas ou alojado num web site malicioso.  Ver ou pré-visualizar uma mensagem de correio electrónico mal formada numa versão afectada do Outlook não poderia levar à exploração desta vulnerabilidade.  Um intruso poderia explorar a vulnerabilidade criando um ficheiro do Office especialmente concebido para o efeito, que poderia permitir a execução remota de código.

Se um utilizador tivesse sessão iniciada com privilégios administrativos, um intruso que conseguisse tirar partido desta vulnerabilidade poderia obter controlo total sobre um sistema afectado. Um intruso poderia então instalar programas; ver, alterar ou eliminar dados; ou ainda criar novas contas com todos os privilégios. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com direitos de utilização reduzidos no sistema podem ser menos afectados do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.

Factores atenuantes para a Vulnerabilidade no Controlo do Microsoft Office - CVE-2006-1318

  • Um intruso que explorasse com sucesso esta vulnerabilidade poderia obter os mesmos privilégios que o utilizador local. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com menos direitos de utilização no sistema podem correr menos riscos do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.
  • No Outlook 2002 e Outlook 2003, a vulnerabilidade não pode ser automaticamente explorada através de correio electrónico. Para um ataque poder ser bem sucedido, o utilizador terá de confirmar que pretende Abrir, Guardar ou Cancelar o anexo enviado numa mensagem de correio electrónico antes de ocorrer a exploração.
  • No cenário de um ataque baseado na Web, um intruso poderia alojar um Web site contendo uma página Web que fosse utilizada para explorar esta vulnerabilidade. Além disso, os Web sites afectados e os Web sites que aceitam ou alojam conteúdos ou anúncios fornecidos por utilizadores poderiam conter conteúdos especialmente concebidos que poderiam explorar esta vulnerabilidade. Contudo, em qualquer dos casos, o intruso não teria forma de forçar os utilizadores a visitar estes Web sites. Em vez disso, um intruso teria de persuadir os utilizadores a visitar o Web site, levando-os normalmente a clicar numa hiperligação presente numa mensagem de correio electrónico, ou num programa de mensagens instantâneas, que levasse o utilizador para o Web site do intruso.

Nota O Office 2000 não solicita ao utilizador para Abrir, Guardar, ou Cancelar antes de abrir um documento.

Soluções alternativas para a Vulnerabilidade no Controlo do Microsoft Office - CVE-2006-1318:

A Microsoft testou as seguintes soluções alternativas. Apesar de estas soluções alternativas não corrigirem a vulnerabilidade subjacente, elas ajudam a bloquear vectores de ataque conhecidos. Na secção seguinte identificam-se os casos em que uma solução alternativa reduz a funcionalidade.

Não abra ou guarde ficheiros Microsoft Office que tenha recebido de fontes não-fidedignas, ou que recebeu de fontes fidedignas, mas que de alguma forma não correspondem ao que é habitual.

É possível tirar partido desta vulnerabilidade quando um utilizador abre um ficheiro.

Perguntas mais frequentes sobre a Vulnerabilidade no Controlo do Microsoft Office - CVE-2006-1318:

Qual é a abrangência desta vulnerabilidade?
Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código no Office, que poderia ser explorada quando um controlo mal formado incluído num ficheiro do Office tivesse sido analisado por qualquer uma das aplicações Office afectadas. Um destes controlos poderia ser incluído num anexo de correio electrónico processado por uma das aplicações afectadas ou alojado num web site malicioso. Ver ou pré-visualizar uma mensagem de correio electrónico mal formada numa versão afectada do Outlook não poderia levar à exploração desta vulnerabilidade. Um intruso poderia explorar a vulnerabilidade criando um ficheiro do Office especialmente concebido para o efeito, que poderia permitir a execução remota de código.

Se um utilizador tivesse sessão iniciada com privilégios administrativos, um intruso que conseguisse tirar partido desta vulnerabilidade poderia obter controlo total sobre um sistema afectado. Um intruso poderia então instalar programas; ver, alterar ou eliminar dados; ou ainda criar novas contas com todos os privilégios. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com direitos de utilização reduzidos no sistema podem ser menos afectados do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.

O que provoca a vulnerabilidade?
Quando o Office abre um ficheiro Office especialmente concebido para o efeito e analisa um controlo mal formado, isso pode danificar a memória do sistema de tal forma que é possível a um intruso executar código arbitrário.

Como poderia um intruso utilizar a vulnerabilidade?
Um intruso que conseguisse explorar com sucesso esta vulnerabilidade poderia fazer com que código arbitrário fosse executado com os privilégios do utilizador que abriu o ficheiro.

Como poderia um intruso explorar a vulnerabilidade?
No cenário de um ataque baseado na Web, um intruso poderia alojar um Web site contendo uma página Web que fosse utilizada para explorar esta vulnerabilidade. Além disso, os Web sites afectados e os Web sites que aceitam ou alojam conteúdos ou anúncios fornecidos por utilizadores poderiam conter conteúdos especialmente concebidos que poderiam explorar esta vulnerabilidade. Contudo, em qualquer dos casos, o intruso não teria forma de forçar os utilizadores a visitar estes Web sites. Pelo contrário, um intruso teria de persuadir os utilizadores a visitar o Web site. A forma típica para o conseguir seria levá-los a clicar numa ligação numa mensagem de correio electrónico ou numa mensagem instantânea, que levasse os utilizadores até ao Web site do intruso.

Num cenário de ataque com base em correio electrónico, um intruso poderia explorar a vulnerabilidade enviando um ficheiro especialmente concebido para o efeito ao utilizador e persuadindo o utilizador a abri-lo.

Quais os sistemas mais susceptíveis a esta vulnerabilidade?
Os sistemas afectados são principalmente estações de trabalho e servidores de terminais. Os servidores podem estar mais sujeitos a risco se os utilizadores com permissões administrativas suficientes tiverem a capacidade de iniciar sessão nos servidores e executar programas. Contudo, os procedimentos recomendados desencorajam essa acção.

O que faz a actualização?
A actualização elimina a vulnerabilidade, alterando a forma como o Office analisa o comprimento de um registo, antes de passar a mensagem para a memória intermédia atribuída.

Quando este boletim de segurança foi publicado, esta vulnerabilidade já tinha sido divulgada publicamente?
Não. A Microsoft recebeu informações sobre esta vulnerabilidade através de divulgação responsável. A Microsoft ainda não tinha recebido informações que indicassem que esta vulnerabilidade tivesse sido divulgada publicamente, quando este boletim de segurança foi publicado pela primeira vez. Este boletim de segurança resolve a vulnerabilidade divulgada em meios privados e outras questões descobertas através de investigações internas.

Quando este boletim de segurança foi publicado, a Microsoft já tinha recebido informações sobre a exploração desta vulnerabilidade?
Não. A Microsoft não tinha recebido quaisquer informações que indicassem que esta vulnerabilidade tivesse sido utilizada publicamente para atacar clientes e não tinha conhecimento de exemplos publicados de código para prova de conceito quando este boletim de segurança foi criado pela primeira vez.

Vulnerabilidade de Análise de cadeia mal formada no Microsoft Office - CVE-2006-1540

Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código no Office, que poderia ser explorada quando uma cadeia mal formada incluída num ficheiro do Office tivesse sido analisada por qualquer uma das aplicações Office afectadas.  Uma destas cadeias poderia ser incluída num anexo de correio electrónico processado por uma das aplicações afectadas ou alojado num web site malicioso.  Ver ou pré-visualizar uma mensagem de correio electrónico mal formada numa versão afectada do Outlook não poderia levar à exploração desta vulnerabilidade.  Um intruso poderia explorar a vulnerabilidade criando um ficheiro do Office especialmente concebido para o efeito, que poderia permitir a execução remota de código.

Se um utilizador tivesse sessão iniciada com privilégios administrativos, um intruso que conseguisse tirar partido desta vulnerabilidade poderia obter controlo total sobre um sistema afectado. Um intruso poderia então instalar programas; ver, alterar ou eliminar dados; ou ainda criar novas contas com todos os privilégios. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com direitos de utilização reduzidos no sistema podem ser menos afectados do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.

Factores atenuantes para a Vulnerabilidade de Análise de cadeia mal formada no Microsoft Office - CVE-2006-1540

  • Um intruso que explorasse com sucesso esta vulnerabilidade poderia obter os mesmos privilégios que o utilizador local. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com menos direitos de utilização no sistema podem correr menos riscos do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.
  • No Outlook 2002 e Outlook 2003, a vulnerabilidade não pode ser automaticamente explorada através de correio electrónico. Para um ataque poder ser bem sucedido, o utilizador terá de confirmar que pretende Abrir, Guardar ou Cancelar o anexo enviado numa mensagem de correio electrónico antes de ocorrer a exploração.
  • No cenário de um ataque baseado na Web, um intruso poderia alojar um Web site contendo uma página Web que fosse utilizada para explorar esta vulnerabilidade. Além disso, os Web sites afectados e os Web sites que aceitam ou alojam conteúdos ou anúncios fornecidos por utilizadores poderiam conter conteúdos especialmente concebidos que poderiam explorar esta vulnerabilidade. Contudo, em qualquer dos casos, o intruso não teria forma de forçar os utilizadores a visitar estes Web sites. Em vez disso, um intruso teria de persuadir os utilizadores a visitar o Web site, levando-os normalmente a clicar numa hiperligação presente numa mensagem de correio electrónico, ou num programa de mensagens instantâneas, que levasse o utilizador para o Web site do intruso.

Nota O Office 2000 não solicita ao utilizador para Abrir, Guardar, ou Cancelar antes de abrir um documento.

Soluções alternativas para a Vulnerabilidade de Análise de cadeia mal formada no Microsoft Office - CVE-2006-1540:

A Microsoft testou as seguintes soluções alternativas. Apesar de estas soluções alternativas não corrigirem a vulnerabilidade subjacente, elas ajudam a bloquear vectores de ataque conhecidos. Na secção seguinte identificam-se os casos em que uma solução alternativa reduz a funcionalidade.

Não abra ou guarde ficheiros Microsoft Office que tenha recebido de fontes não-fidedignas, ou que recebeu de fontes fidedignas, mas que de alguma forma não correspondem ao que é habitual.

É possível tirar partido desta vulnerabilidade quando um utilizador abre um ficheiro.

Perguntas mais frequentes sobre a Vulnerabilidade de Análise de cadeia mal formada no Microsoft Office - CVE-2006-1540:

Qual é a abrangência desta vulnerabilidade?
Esta é uma vulnerabilidade de execução remota de código. Um intruso que conseguisse tirar partido da vulnerabilidade poderia obter o controlo total de um sistema afectado remotamente.

Se um utilizador tivesse sessão iniciada com privilégios administrativos, um intruso que conseguisse tirar partido desta vulnerabilidade poderia obter controlo total sobre um sistema afectado. Um intruso poderia então instalar programas; ver, alterar ou eliminar dados; ou ainda criar novas contas com todos os privilégios. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com direitos de utilização reduzidos no sistema podem ser menos afectados do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.

O que provoca a vulnerabilidade?
Quando o Office abre um ficheiro Office especialmente concebido para o efeito e analisa uma cadeia mal formada, isso pode danificar a memória do sistema de tal forma que é possível a um intruso executar código arbitrário.

Como poderia um intruso utilizar a vulnerabilidade?
Um intruso que conseguisse explorar com sucesso esta vulnerabilidade poderia fazer com que código arbitrário fosse executado com os privilégios do utilizador que abriu o ficheiro.

Como poderia um intruso explorar a vulnerabilidade?
No cenário de um ataque baseado na Web, um intruso poderia alojar um Web site contendo uma página Web que fosse utilizada para explorar esta vulnerabilidade. Além disso, os Web sites afectados e os Web sites que aceitam ou alojam conteúdos ou anúncios fornecidos por utilizadores poderiam conter conteúdos especialmente concebidos que poderiam explorar esta vulnerabilidade. Contudo, em qualquer dos casos, o intruso não teria forma de forçar os utilizadores a visitar estes Web sites. Pelo contrário, um intruso teria de persuadir os utilizadores a visitar o Web site. A forma típica para o conseguir seria levá-los a clicar numa ligação numa mensagem de correio electrónico ou numa mensagem instantânea, que levasse os utilizadores até ao Web site do intruso.

Num cenário de ataque com base em correio electrónico, um intruso poderia explorar a vulnerabilidade enviando um ficheiro especialmente concebido para o efeito ao utilizador e persuadindo o utilizador a abri-lo.

Quais os sistemas mais susceptíveis a esta vulnerabilidade?
Os sistemas afectados são principalmente estações de trabalho e servidores de terminais. Os servidores podem estar mais sujeitos a risco se os utilizadores com permissões administrativas suficientes tiverem a capacidade de iniciar sessão nos servidores e executar programas. Contudo, os procedimentos recomendados desencorajam essa acção.

O que faz a actualização?
A actualização elimina a vulnerabilidade, alterando a forma como o Office analisa o comprimento de um registo, antes de passar a mensagem para a memória intermédia atribuída.

Quando este boletim de segurança foi publicado, esta vulnerabilidade já tinha sido divulgada publicamente?
Sim. O relatório inicial foi fornecido através de divulgação responsável, mas a vulnerabilidade foi divulgada publicamente mais tarde. Este boletim de segurança resolve a vulnerabilidade divulgada publicamente e outras questões descobertas através de investigações internas.

Quando este boletim de segurança foi publicado, a Microsoft já tinha recebido informações sobre a exploração desta vulnerabilidade?
Sim. Quando o boletim de segurança foi publicado, a Microsoft já tinha recebido informações de que esta vulnerabilidade estava a ser explorada.

Vulnerabilidade de propriedade no Microsoft Office - CVE-2006-2389

Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código no Office, que poderia ser explorada quando uma propriedade mal formada incluída num ficheiro do Office tivesse sido analisada por qualquer uma das aplicações Office afectadas.  Uma destas propriedades poderia ser incluída num anexo de correio electrónico processado por uma das aplicações afectadas ou alojado num web site malicioso.  Ver ou pré-visualizar uma mensagem de correio electrónico mal formada numa versão afectada do Outlook não poderia levar à exploração desta vulnerabilidade.  Um intruso poderia explorar a vulnerabilidade criando um ficheiro do Office especialmente concebido para o efeito, que poderia permitir a execução remota de código.

Se um utilizador tivesse sessão iniciada com privilégios administrativos, um intruso que conseguisse tirar partido desta vulnerabilidade poderia obter controlo total sobre um sistema afectado. Um intruso poderia então instalar programas; ver, alterar ou eliminar dados; ou ainda criar novas contas com todos os privilégios. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com direitos de utilização reduzidos no sistema podem ser menos afectados do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.

Factores atenuantes para a Vulnerabilidade de propriedade no Microsoft Office - CVE-2006-2389

  • Um intruso que explorasse com sucesso esta vulnerabilidade poderia obter os mesmos privilégios que o utilizador local. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com menos direitos de utilização no sistema podem correr menos riscos do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.
  • No Outlook 2002 e Outlook 2003, a vulnerabilidade não pode ser automaticamente explorada através de correio electrónico. Para um ataque poder ser bem sucedido, o utilizador terá de confirmar que pretende Abrir, Guardar ou Cancelar o anexo enviado numa mensagem de correio electrónico antes de ocorrer a exploração.
  • No cenário de um ataque baseado na Web, um intruso poderia alojar um Web site contendo uma página Web que fosse utilizada para explorar esta vulnerabilidade. Além disso, os Web sites afectados e os Web sites que aceitam ou alojam conteúdos ou anúncios fornecidos por utilizadores poderiam conter conteúdos especialmente concebidos que poderiam explorar esta vulnerabilidade. Contudo, em qualquer dos casos, o intruso não teria forma de forçar os utilizadores a visitar estes Web sites. Em vez disso, um intruso teria de persuadir os utilizadores a visitar o Web site, levando-os normalmente a clicar numa hiperligação presente numa mensagem de correio electrónico, ou num programa de mensagens instantâneas, que levasse o utilizador para o Web site do intruso.

Nota O Office 2000 não solicita ao utilizador para Abrir, Guardar, ou Cancelar antes de abrir um documento.

Soluções alternativas para a Vulnerabilidade de propriedade no Microsoft Office - CVE-2006-2389:

A Microsoft testou as seguintes soluções alternativas. Apesar de estas soluções alternativas não corrigirem a vulnerabilidade subjacente, elas ajudam a bloquear vectores de ataque conhecidos. Na secção seguinte identificam-se os casos em que uma solução alternativa reduz a funcionalidade.

Não abra ou guarde ficheiros Microsoft Office que tenha recebido de fontes não-fidedignas, ou que recebeu de fontes fidedignas, mas que de alguma forma não correspondem ao que é habitual.

É possível tirar partido desta vulnerabilidade quando um utilizador abre um ficheiro.

Perguntas mais frequentes sobre a Vulnerabilidade de propriedade no Microsoft Office - CVE-2006-2389:

Qual é a abrangência desta vulnerabilidade?
Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código no Office, que poderia ser explorada quando uma propriedade mal formada incluída num ficheiro do Office tivesse sido analisada por qualquer uma das aplicações Office afectadas. Uma destas propriedades poderia ser incluída num anexo de correio electrónico processado por uma das aplicações afectadas ou alojado num web site malicioso. Ver ou pré-visualizar uma mensagem de correio electrónico mal formada numa versão afectada do Outlook não poderia levar à exploração desta vulnerabilidade. Um intruso poderia explorar a vulnerabilidade criando um ficheiro do Office especialmente concebido para o efeito, que poderia permitir a execução remota de código.

Se um utilizador tivesse sessão iniciada com privilégios administrativos, um intruso que conseguisse tirar partido desta vulnerabilidade poderia obter controlo total sobre um sistema afectado. Um intruso poderia então instalar programas; ver, alterar ou eliminar dados; ou ainda criar novas contas com todos os privilégios. Os utilizadores cujas contas estão configuradas com direitos de utilização reduzidos no sistema podem ser menos afectados do que os utilizadores que trabalham com direitos de utilização de administrador.

O que provoca a vulnerabilidade?
Quando o Office abre um ficheiro Office especialmente concebido para o efeito e analisa uma propriedade mal formada, isso pode danificar a memória do sistema de tal forma que é possível a um intruso executar código arbitrário.

Como poderia um intruso utilizar a vulnerabilidade?
Um intruso que conseguisse explorar com sucesso esta vulnerabilidade poderia fazer com que código arbitrário fosse executado com os privilégios do utilizador que abriu o ficheiro.

Como poderia um intruso explorar a vulnerabilidade?
No cenário de um ataque baseado na Web, um intruso poderia alojar um Web site contendo uma página Web que fosse utilizada para explorar esta vulnerabilidade. Além disso, os Web sites afectados e os Web sites que aceitam ou alojam conteúdos ou anúncios fornecidos por utilizadores poderiam conter conteúdos especialmente concebidos que poderiam explorar esta vulnerabilidade. Contudo, em qualquer dos casos, o intruso não teria forma de forçar os utilizadores a visitar estes Web sites. Pelo contrário, um intruso teria de persuadir os utilizadores a visitar o Web site. A forma típica para o conseguir seria levá-los a clicar numa ligação numa mensagem de correio electrónico ou numa mensagem instantânea, que levasse os utilizadores até ao Web site do intruso.

Num cenário de ataque com base em correio electrónico, um intruso poderia explorar a vulnerabilidade enviando um ficheiro especialmente concebido para o efeito ao utilizador e persuadindo o utilizador a abri-lo.

Quais os sistemas mais susceptíveis a esta vulnerabilidade?
Os sistemas afectados são principalmente estações de trabalho e servidores de terminais. Os servidores podem estar mais sujeitos a risco se os utilizadores com permissões administrativas suficientes tiverem a capacidade de iniciar sessão nos servidores e executar programas. Contudo, os procedimentos recomendados desencorajam essa acção.

O que faz a actualização?
A actualização elimina a vulnerabilidade, alterando a forma como o Office analisa o comprimento de um registo, antes de passar a mensagem para a memória intermédia atribuída.

Quando este boletim de segurança foi publicado, esta vulnerabilidade já tinha sido divulgada publicamente?
Não. A Microsoft recebeu informações sobre esta vulnerabilidade através de divulgação responsável. A Microsoft ainda não tinha recebido informações que indicassem que esta vulnerabilidade tivesse sido divulgada publicamente, quando este boletim de segurança foi publicado pela primeira vez. Este boletim de segurança resolve a vulnerabilidade divulgada em meios privados e outras questões descobertas através de investigações internas.

Quando este boletim de segurança foi publicado, a Microsoft já tinha recebido informações sobre a exploração desta vulnerabilidade?
Não. A Microsoft não tinha recebido quaisquer informações que indicassem que esta vulnerabilidade tivesse sido utilizada publicamente para atacar clientes e não tinha conhecimento de exemplos publicados de código para prova de conceito quando este boletim de segurança foi criado pela primeira vez.

Office 2003

Pré-requisitos e Detalhes de Actualização Adicionais

Importante: Antes de instalar esta actualização, certifique-se de que foram satisfeitos os seguintes requisitos:

  • Para actualizar o Office 2003, é necessário ter instalado o Office 2003 Service Pack 1. Antes de instalar esta actualização, instale o Office 2003 SP1 ou o Office 2003 SP2.

Para mais informações sobre como determinar qual a versão do Office 2003 instalada no seu computador, consulte o Artigo 821549 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft. Para obter mais informações sobre a informação de versão apresentada na caixa de diálogo Acerca, consulte o Artigo 328294 da Base de Dados de Conhecimento.

Inclusão em Service Packs Futuros:

A correcção deste problema será incluída num Service Pack futuro.

Requisito de reinício

Para ajudar a reduzir a hipótese de ser necessário reiniciar o computador, interrompa todos os serviços afectados e feche todas as aplicações que possam usar os ficheiros afectados antes de instalar a actualização de segurança. Para mais informações sobre por que razão pode ser solicitada a sua confirmação para o reinício, consulte o Artigo 887012 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft.

Informações de Remoção

Para remover esta actualização de segurança, utilize Adicionar ou Remover Programas no Painel de Controlo.

Nota Quando remover esta actualização, é possível que lhe seja solicitado que introduza o CD do Microsoft Office 2003 na unidade de CD. Além disso, poderá não ter a opção para desinstalar a actualização a partir de Adicionar ou Remover Programas, do Painel de Controlo. Existem várias causas possíveis para esta questão. Para obter mais informações sobre o processo de remoção, consulte o Artigo 903771 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft.

Informações de Instalação Automática de Cliente

Web site Microsoft Update

Esta actualização estará disponível através do Web site do Microsoft Update. O Microsoft Update concentra actualizações fornecidas pelo Windows Update e Office Update num único local e permite-lhe optar pela entrega e instalação automáticas de actualizações de segurança e de elevada prioridade. Recomendamos que instale esta actualização utilizando o Web site do Microsoft Update. O Web site do Microsoft Update detecta qual a instalação em particular do utilizador e indica exactamente quais as actualizações que têm de ser instaladas para garantir que a instalação do utilizador está totalmente actualizada.

Para que o Web site do Microsoft Update detecte as actualizações necessárias que terão de ser instaladas no computador, visite o Web site do Microsoft Update. Ser-lhe-á apresentada a possibilidade de escolher entre Express (Recomendada) ou Custom (Personalizada). Após a detecção estar concluída, ser-lhe-á apresentada uma lista de actualizações recomendadas para aprovação. Clique em Install Updates (Instalar actualizações) ou Review and Install Updates (Rever e instalar actualizações) para concluir o processo.

Informações de Instalação Manual de Cliente

Para obter informações detalhadas sobre como instalar manualmente esta actualização, consulte a secção abaixo.

Informações de Instalação

A actualização de segurança suporta os seguintes parâmetros de configuração.

Parâmetros de Instalação de Actualizações de Segurança Suportados
ParâmetroDescrição
/q Especifica o modo silencioso ou suprime mensagens quando os ficheiros estão a ser extraídos.
/q:u Especifica o modo silencioso de utilizador, que apresenta algumas caixas de diálogo ao utilizador.
/q:a Especifica o modo silencioso de administrador, que não apresenta qualquer caixa de diálogo ao utilizador.
/t:path Especifica a pasta de destino para a extracção de ficheiros.
/c Extrai os ficheiros sem os instalar. Se /t:path não for especificado, ser-lhe-á pedida uma pasta de destino.
/c:path Substitui o comando de instalação definido pelo autor. Especifica o caminho e nome do ficheiro Setup.inf ou .exe.
/r:n Nunca reinicia o computador após a instalação.
/r:I Solicita ao utilizador que reinicie o computador, se for necessário, excepto quando este parâmetro é utilizado com /q:a.
/r:a Reinicia sempre o computador após a instalação.
/r:s Reinicia o computador após a instalação sem solicitar a confirmação do utilizador.
/n:v Sem verificação da versão - Instalar o programa sobre qualquer versão anterior.

Nota Estes parâmetros não funcionam necessariamente com todas as actualizações. Se um parâmetro não estiver disponível, essa funcionalidade é necessária para a instalação correcta da actualização. Além disso, a utilização do parâmetro /n:v não é suportada e poderá fazer com que o sistema não arranque. Se a instalação não tiver êxito, contacte um técnico de suporte para compreender por que não foi possível instalar.

Para obter mais informações sobre os parâmetros de configuração suportados, consulte o Artigo 197147 da Base de Dados de Conhecimento.

Nota A actualização de todos os ficheiros do Office destina-se tanto a instalações como cliente como a implementações de administrador.

Informações de Implementação de Cliente

  1. Transferir a actualização de segurança.
  2. Clique em Guardar o programa no disco e clique em OK.
  3. Clique em Guardar.
  4. Utilizando o Explorador do Windows, procure a pasta que contém o ficheiro guardado e faça duplo clique no mesmo.
  5. Se lhe for solicitado que instale a actualização, clique em Sim.
  6. Clique em Sim para aceitar o Contrato de Licença.
  7. Introduza o CD-ROM de origem quando tal lhe for solicitado e clique em OK.
  8. Quando receber uma mensagem que indica que a instalação teve êxito, clique em OK.

Nota Se a actualização de segurança já estiver instalada no computador, será apresentada a seguinte mensagem de erro: Esta actualização já foi aplicada ou está incluída numa actualização já aplicada.

Informações de Ficheiro de Instalação de Cliente

A versão inglesa desta actualização tem os atributos de ficheiro listados na tabela seguinte. As datas e horas destes ficheiros estão listadas em formato de hora universal coordenada (UTC). Quando vê as informações dos ficheiros, estas são convertidas para a hora local. Para determinar a diferença entre a hora UTC e a hora local, utilize o separador Fuso Horário na ferramenta Data e Hora no Painel de Controlo.

Office 2003:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Ietag.dll11.0.6550.017-Mar-200521:36161,984
Mso.dll11.0.8028.026-Mai-200615:2412,254,984

Informações de Instalação Administrativa

Se a aplicação tiver sido instalada a partir de uma localização no servidor, o administrador do servidor terá de actualizar a localização do servidor com a actualização administrativa e implementar essa actualização no computador do utilizador.

Informações de Instalação

Os parâmetros de configuração que se seguem são relevantes para as instalações administrativas, pois permitem que um administrador personalize a forma de extracção dos ficheiros a partir da actualização de segurança.

Parâmetros de Instalação de Actualizações de Segurança Suportados
ParâmetroDescrição
/? Apresenta as opções da linha de comandos.
/q Especifica o modo silencioso ou suprime mensagens quando os ficheiros estão a ser extraídos.
/t:path Especifica a pasta de destino para a extracção de ficheiros.
/c Extrai os ficheiros sem os instalar. Se /t:path não for especificado, ser-lhe-á pedida uma pasta de destino.
/c:path Substitui o comando de instalação definido pelo autor. Especifica o caminho e nome do ficheiro Setup.inf ou .exe.

Para obter mais informações sobre os parâmetros de configuração suportados, consulte o Artigo 197147 da Base de Dados de Conhecimento.

Informações de Implementação Administrativa

Para actualizar a sua instalação administrativa, siga estes passos:

  1. Transferir a actualização de segurança.
  2. 2. Clique em Guardar o programa no disco e em seguida clique em OK.
  3. Clique em Guardar.
  4. Ao utilizar o Windows Explorer, localize a pasta que contém o ficheiro guardado. Clique em Iniciar, clique em Executar, escreva o seguinte comando e depois clique em OK para extrair o ficheiro .msp:

    [path\name of EXE file] /c /t:C:\AdminUpdate

    Nota Fazer duplo clique no ficheiro .exe não extrai o ficheiro .msp; aplica a actualização ao computador actual. Para actualizar uma imagem administrativa, deve primeiro extrair o ficheiro .msp.
  5. Clique em Sim para aceitar o Contrato de Licença.
  6. Clique em Sim quando lhe for solicitado que crie a pasta.
  7. Se estiver familiarizado com o procedimento de actualização administrativa, clique em Iniciar, clique em Executar, escreva o seguinte comando e depois clique em OK:

    msiexec /a Admin Path\MSI File /p C:\adminUpdate\MSP File SHORTFILENAMES=TRUE

    Nota Admin Path é o caminho para o ponto de instalação administrativa da aplicação (por exemplo, C:\Office2003), MSI File é o pacote de base de dados .msi da aplicação (por exemplo, Data1.msi), e MSP File é o nome da actualização administrativa (por exemplo, SHAREDff.msp).

    Nota Pode acrescentar /qb+ à linha de comandos, para que as caixas de diálogo Instalação Administrativa e Contrato de Licença de Utilizador Final não sejam apresentadas.
  8. Clique em Seguinte na caixa de diálogo apresentada. Não altere a Chave do CD, a localização da instalação nem o nome da empresa na caixa de diálogo apresentada.
  9. Clique em Aceito os termos do contrato de licença e clique em Instalar.

Nesta altura, o ponto de instalação administrativa está actualizado. Em seguida, terá de actualizar as configurações das estações de trabalho que foram instaladas originalmente a partir desta instalação administrativa. Para tal, consulte a secção "Implementação de Estações de Trabalho". Qualquer nova instalação que seja executada a partir deste ponto de instalação administrativa incluirá a actualização.

Aviso Qualquer configuração de estação de trabalho que tenha sido instalada originalmente a partir desta instalação administrativa, antes de a actualização ser instalada, não poderá utilizar esta instalação administrativa para acções como reparar o Office, ou adicionar novas funcionalidades, até que sejam concluídos os passos indicados na secção de "Implementação de Estações de Trabalho".

Informações de Implementação de Estações de Trabalho

Para implementar a actualização nas estações de trabalho cliente, clique em Iniciar, clique em Executar, escreva o seguinte comando e depois clique em OK:

Msiexec /I Admin Path \MSI File /qb REINSTALL=Feature List REINSTALLMODE=vomu

Nota Admin Path é o caminho para o ponto de instalação administrativa da aplicação (por exemplo, C:\Office2003), MSI File é o pacote de base de dados .msi para a aplicação (por exemplo, Data1.msi) e Feature List é a lista de nomes de funcionalidades (sensíveis a maiúsculas e minúsculas) que têm de ser reinstaladas para a actualização.

Para instalar todas as funcionalidades, pode utilizar REINSTALL=ALL, ou pode instalar as seguintes funcionalidades

ProdutoFuncionalidade
RMSRMSFiles, ProductFiles
ACCESSRT, ACC11ACCESSNonBootFiles, ProductFiles
STD11, BASIC11, PERS11, STDP11WORDNonBootFiles, EXCELNonBootFiles, ProductFiles
FP11, OUTLS11, OUTL11, PPT11, INF11, OUTLSM11ProductFiles
PROI11, PRO11, PRO11SBWORDNonBootFiles, ACCESSNonBootFiles, EXCELNonBootFiles, ProductFiles
WORD11WORDNonBootFiles, ProductFiles
EXCEL11EXCELNonBootFiles, ProductFiles

Nota Os administradores que trabalhem em ambientes com gestão de sistema podem encontrar todos os recursos para implementar actualizações do Office numa organização recorrendo ao Office Admin Update Center. Na página principal desse site, consulte a secção Estratégias de Actualização para conhecer a versão do software que está a actualizar. A Documentação do Windows Installer também fornece informações adicionais acerca dos parâmetros suportados pelo Windows Installer.

Informações de Ficheiro de Instalação Administrativa

A versão inglesa desta actualização tem os atributos de ficheiro listados na tabela seguinte. As datas e horas destes ficheiros estão listadas em formato de hora universal coordenada (UTC). Quando vê as informações dos ficheiros, estas são convertidas para a hora local. Para determinar a diferença entre a hora UTC e a hora local, utilize o separador Fuso Horário na ferramenta Data e Hora no Painel de Controlo.

Office 2003:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Ietag.dll11.0.6550.017-Mar-200521:36161,984
Mso.dll11.0.8028.026-Mai-200615:2412,254,984

Verificar se a Actualização foi aplicada

  • Microsoft Baseline Security Analyzer

Nota O MBSA 1.2.1 utiliza uma versão integrada da ferramenta Office Detection Tool (ODT) que não suporta análises remotas desta questão. Para mais informações sobre o MBSA, visite o Web site do MBSA. Para mais informações sobre o suporte do MBSA, visite o Web site Microsoft Baseline Security Analyzer 1.2 Q&A.

  • Verificação das Versões dos Ficheiros

Nota Dado existirem várias versões do Microsoft Windows, os passos que se seguem podem ser diferentes no seu computador. Caso efectivamente o sejam, consulte a documentação do produto para executar estes passos.

  1. Clique em Iniciar e, em seguida, em Procurar.
  2. No painel Resultados da Procura, clique em Todos os ficheiros e pastas no Assistente de Pesquisa.
  3. Na caixa Totalidade ou parte do nome de ficheiro, escreva um nome de ficheiro a partir da tabela de informações de ficheiros adequada e, em seguida, clique em Procurar.
  4. Na lista de ficheiros, faça clique com o botão direito na tabela de informações do ficheiro adequada e clique em Propriedades.

    Nota Consoante a versão do sistema operativo ou programas instalados, alguns dos ficheiros que são apresentados na tabela de informações do ficheiro poderão não ser instalados.
  5. No separador Versão, determine a versão do ficheiro que está instalada no computador, comparando-a com a versão que é documentada na tabela de informações de ficheiros adequada.

    Nota Outros atributos que não a versão do ficheiro poderão sofrer alterações durante a instalação. Comparar outros atributos de ficheiro com as informações contidas na tabela de informações de ficheiro não é um método suportado para verificar a aplicação da actualização. Além disso, em determinados casos, o nome dos ficheiros poderá ser alterado durante a instalação. Se as informações de ficheiro ou de versão não estiverem presentes, utilize um dos outros métodos disponíveis para verificar a instalação da actualização.

Office XP

Pré-requisitos e Detalhes de Actualização Adicionais

Importante: Antes de instalar esta actualização, certifique-se de que foram satisfeitos os seguintes requisitos:

  • O Microsoft Windows Installer 2.0 deve estar instalado. O Microsoft Windows Server 2003, o Windows XP e o Microsoft Windows 2000 Service Pack 3 (SP3) incluem o Windows Installer 2.0 ou uma versão posterior. Para instalar a mais recente versão do Windows Installer, visite um dos seguintes Web sites da Microsoft:

Windows Installer 2.0 para Windows 95, Windows 98, Windows 98 SE e Windows Millennium Edition

Windows Installer 2.0 para Windows 2000 e Windows NT 4.0

Para mais informações sobre como determinar qual a versão do Office XP instalada no seu computador, consulte o Artigo 291331 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft. Para obter mais informações sobre a informação de versão apresentada na caixa de diálogo Acerca, consulte o Artigo 328294 da Base de Dados de Conhecimento.

Inclusão em Service Packs Futuros

Nenhum. O Service Pack 3 é o service pack mais recente para o Office XP.

Requisito de reinício

Para ajudar a reduzir a hipótese de ser necessário reiniciar o computador, interrompa todos os serviços afectados e feche todas as aplicações que possam usar os ficheiros afectados antes de instalar a actualização de segurança. Para mais informações sobre por que razão pode ser solicitada a sua confirmação para o reinício, consulte o Artigo 887012 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft.

Informações de Remoção

Para remover esta actualização de segurança, utilize a ferramenta Adicionar ou Remover Programas no Painel de Controlo.

Nota Quando remover esta actualização, é possível que lhe seja solicitado que introduza o CD do Microsoft Office XP na unidade de CD. Além disso, poderá não ter a opção para desinstalar a actualização a partir da ferramenta Adicionar ou Remover Programas, do Painel de controlo. Existem várias causas possíveis para esta questão. Para obter mais informações sobre o processo de remoção, consulte o Artigo 903771 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft.

Note Para o Project 2002 Service Pack 1 e o Visio 2002 Service Pack 2, depois de instalar a actualização, não é possível removê-la. Para reverter para uma instalação antes de a actualização ter sido instalada, terá de remover a aplicação e reinstalá-la em seguida a partir do CD-ROM original.

Informações de Instalação Automática de Cliente

Web site Microsoft Update

Esta actualização estará disponível através do Web site do Microsoft Update. O Microsoft Update concentra actualizações fornecidas pelo Windows Update e Office Update num único local e permite-lhe optar pela entrega e instalação automáticas de actualizações de segurança e de elevada prioridade. Recomendamos que instale esta actualização utilizando o Web site do Microsoft Update. O Web site do Microsoft Update detecta qual a instalação em particular do utilizador e indica exactamente quais as actualizações que têm de ser instaladas para garantir que a instalação do utilizador está totalmente actualizada.

Para que o Web site do Microsoft Update detecte as actualizações necessárias que terão de ser instaladas no computador, visite o Web site do Microsoft Update. Ser-lhe-á apresentada a possibilidade de escolher entre Express (Recomendada) ou Custom (Personalizada). Após a detecção estar concluída, ser-lhe-á apresentada uma lista de actualizações recomendadas para aprovação. Clique em Install Updates (Instalar actualizações) ou Review and Install Updates (Rever e instalar actualizações) para concluir o processo.

Informações de Instalação Manual de Cliente

Para obter informações detalhadas sobre como instalar manualmente esta actualização, consulte a secção abaixo.

Informações de Instalação

A actualização de segurança suporta os seguintes parâmetros de configuração.

Parâmetros de Instalação de Actualizações de Segurança Suportados
ParâmetroDescrição
/q Especifica o modo silencioso ou suprime mensagens quando os ficheiros estão a ser extraídos.
/q:u Especifica o modo silencioso de utilizador, que apresenta algumas caixas de diálogo ao utilizador.
/q:a Especifica o modo silencioso de administrador, que não apresenta qualquer caixa de diálogo ao utilizador.
/t:path Especifica a pasta de destino para a extracção de ficheiros.
/c Extrai os ficheiros sem os instalar. Se /t:path não for especificado, ser-lhe-á pedida uma pasta de destino.
/c:path Substitui o comando de instalação definido pelo autor. Especifica o caminho e nome do ficheiro Setup.inf ou .exe.
/r:n Nunca reinicia o computador após a instalação.
/r:I Solicita ao utilizador que reinicie o computador, se for necessário, excepto quando este parâmetro é utilizado com /q:a.
/r:a Reinicia sempre o computador após a instalação.
/r:s Reinicia o computador após a instalação sem solicitar a confirmação do utilizador.
/n:v Sem verificação da versão - Instalar o programa sobre qualquer versão anterior.

Nota Estes parâmetros não funcionam necessariamente com todas as actualizações. Se um parâmetro não estiver disponível, essa funcionalidade é necessária para a instalação correcta da actualização. Além disso, a utilização do parâmetro /n:v não é suportada e poderá fazer com que o sistema não arranque. Se a instalação não tiver êxito, contacte um técnico de suporte para compreender por que não foi possível instalar.

Para obter mais informações sobre os parâmetros de configuração suportados, consulte o Artigo 197147 da Base de Dados de Conhecimento.

Nota A actualização de todos os ficheiros do Office destina-se tanto a instalações como cliente como a implementações de administrador.

Informações de Implementação de Cliente

  1. Transferir esta actualização de segurança para o Office XP e/ou transferir a actualização de segurança para o Project 2002 Service Pack 1 e/ou transferir a actualização de segurança para o Visio 2002 Service Pack 2.
  2. Clique em Guardar o programa no disco e clique em OK.
  3. Clique em Guardar.
  4. Utilizando o Explorador do Windows, procure a pasta que contém o ficheiro guardado e faça duplo clique no mesmo.
  5. Se lhe for solicitado que instale a actualização, clique em Sim.
  6. Clique em Sim para aceitar o Contrato de Licença.
  7. Introduza o CD-ROM de origem quando tal lhe for solicitado e clique em OK.
  8. Quando receber uma mensagem que indica que a instalação teve êxito, clique em OK.

Nota Se a actualização de segurança já estiver instalada no computador, será apresentada a seguinte mensagem de erro: Esta actualização já foi aplicada ou está incluída numa actualização já aplicada.

Informações de Ficheiro de Instalação de Cliente

A versão inglesa desta actualização tem os atributos de ficheiro listados na tabela seguinte. As datas e horas destes ficheiros estão listadas em formato de hora universal coordenada (UTC). Quando vê as informações dos ficheiros, estas são convertidas para a hora local. Para determinar a diferença entre a hora UTC e a hora local, utilize o separador Fuso Horário na ferramenta Data e Hora no Painel de Controlo.

Office XP:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Ietag.dll10.0.6731.010-Set-200421:11105,152
Ietag.dll_103310.0.6731.010-Set-200421:11105,152
Mso.dll10.0.6804.031-Mai-200621:259,816,840

Project 2002 Service Pack1:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Mso.dll10.0.6804.031-Mai-200621:259,816,840

Visio 2002 Service Pack 2:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Mso.dll10.0.6804.031-Mai-200621:259,816,840

Informações de Instalação Administrativa

Se a aplicação tiver sido instalada a partir de uma localização no servidor, o administrador do servidor terá de actualizar a localização do servidor com a actualização administrativa e implementar essa actualização no computador do utilizador.

Informações de Instalação

Os parâmetros de configuração que se seguem são relevantes para as instalações administrativas, pois permitem que um administrador personalize a forma de extracção dos ficheiros a partir da actualização de segurança.

Parâmetros de Instalação de Actualizações de Segurança Suportados
ParâmetroDescrição
/? Apresenta as opções da linha de comandos.
/q Especifica o modo silencioso ou suprime mensagens quando os ficheiros estão a ser extraídos.
/t:path Especifica a pasta de destino para a extracção de ficheiros.
/c Extrai os ficheiros sem os instalar. Se /t:path não for especificado, ser-lhe-á pedida uma pasta de destino.
/c:path Substitui o comando de instalação definido pelo autor. Especifica o caminho e nome do ficheiro Setup.inf ou .exe.

Para obter mais informações sobre os parâmetros de configuração suportados, consulte o Artigo 197147 da Base de Dados de Conhecimento.

Informações de Implementação Administrativa

Para actualizar a sua instalação administrativa, siga estes passos:

  1. Transferir esta actualização de segurança para o Office XP e/ou transferir a actualização de segurança para o Project 2002 Service Pack 1 e/ou transferir a actualização de segurança para o Visio 2002 Service Pack 2.
  2. Clique em Guardar o programa no disco e clique em OK.
  3. Clique em Guardar.
  4. Ao utilizar o Windows Explorer, localize a pasta que contém o ficheiro guardado. Clique em Iniciar, clique em Executar, escreva o seguinte comando e depois clique em OK para extrair o ficheiro .msp:

    [path\name of EXE file] /c /t:C:\AdminUpdate

    Nota Fazer duplo clique no ficheiro .exe não extrai o ficheiro .msp; aplica a actualização ao computador actual. Para actualizar uma imagem administrativa, deve primeiro extrair o ficheiro .msp.
  5. Clique em Sim para aceitar o Contrato de Licença.
  6. Clique em Sim quando lhe for solicitado que crie a pasta.
  7. Se estiver familiarizado com o procedimento de actualização administrativa, clique em Iniciar, clique em Executar, escreva o seguinte comando e depois clique em OK:

    msiexec /a Admin Path\MSI File /p C:\adminUpdate\MSP File SHORTFILENAMES=TRUE

    Nota Admin Path é o caminho para o ponto de instalação administrativa da aplicação (por exemplo, C:\OfficeXp), MSI File é o pacote de base de dados .msi da aplicação (por exemplo, Data1.msi) e MSP File é o nome da actualização administrativa (por exemplo, SHAREDff.msp).

    Nota Pode acrescentar /qb+ à linha de comandos para que as caixas de diálogo Instalação Administrativa e Contrato de Licença do Utilizador Final não sejam apresentadas.
  8. Clique em Seguinte na caixa de diálogo apresentada. Não altere a Chave do CD, a localização da instalação nem o nome da empresa na caixa de diálogo apresentada.
  9. Clique em Aceito os termos do contrato de licença e clique em Instalar.

Nesta altura, o ponto de instalação administrativa está actualizado. Em seguida, terá de actualizar as configurações da estação de trabalho que foram instaladas originalmente a partir desta instalação administrativa. Para tal, consulte a secção "Implementação de Estações de Trabalho". Qualquer nova instalação que seja executada a partir deste ponto de instalação administrativa incluirá a actualização.

Aviso Qualquer estação de trabalho que tenha sido instalada originalmente a partir desta instalação administrativa, antes de a actualização ser instalada, não poderá utilizar esta instalação administrativa para acções como reparar o Office, ou adicionar novas funcionalidades, até que sejam concluídos os passos indicados na secção de "Implementação de Estações de Trabalho" relativamente a esta estação de trabalho.

Informações de Implementação de Estações de Trabalho

Para implementar a actualização nas estações de trabalho cliente, clique em Iniciar, clique em Executar, escreva o seguinte comando e depois clique em OK:

msiexec /I Admin Path \MSI File /qb REINSTALL=Feature List REINSTALLMODE=vomu

Nota Admin Path é o caminho para o ponto de instalação administrativa da aplicação (por exemplo, C:\OfficeXP), MSI File é o pacote de base de dados .msi para a aplicação (por exemplo, Data1.msi) e Feature List é a lista de nomes de funcionalidades (sensíveis a maiúsculas e minúsculas) que têm de ser reinstaladas para a actualização.

Para instalar todas as funcionalidades, pode utilizar REINSTALL=ALL, ou pode instalar as seguintes funcionalidades.

ProdutoFuncionalidade
ACCESS, FP, OUTLOOK, PPT, ACCESSRT, PUBProductFiles
PIPC1, PROPLUS, PRO, SBE, STD, STDEDUProductFiles
WORDWORDNonBootFiles, ProductFiles
EXCELEXCELNonBootFiles, ProductFiles
Visio 2002Program_Files
Project 2002ProductFiles

Nota Os administradores que trabalhem em ambientes com gestão de sistema podem encontrar todos os recursos para implementar actualizações do Office numa organização recorrendo ao Office Admin Update Center. Na página principal desse site, consulte a secção Estratégias de Actualização para conhecer a versão do software que está a actualizar. A Documentação do Windows Installer também fornece informações adicionais acerca dos parâmetros suportados pelo Windows Installer.

Informações de Ficheiro de Instalação Administrativa

A versão inglesa desta actualização tem os atributos de ficheiro listados na tabela seguinte. As datas e horas destes ficheiros estão listadas em formato de hora universal coordenada (UTC). Quando vê as informações dos ficheiros, estas são convertidas para a hora local. Para determinar a diferença entre a hora UTC e a hora local, utilize o separador Fuso Horário na ferramenta Data e Hora no Painel de Controlo.

Office XP:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Ietag.dll10.0.6731.010-Set-200421:11105,152
Ietag.dll_103310.0.6731.010-Set-200421:11105,152
Mso.dll10.0.6804.031-Mai-200621:259,816,840

Project 2002 Service Pack 1:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Mso.dll10.0.6804.031-Mai-200621:259,816,840

Visio 2002 Service Pack 2:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Mso.dll10.0.6804.031-Mai-200621:259,816,840

Verificar se a Actualização foi aplicada

  • Microsoft Baseline Security Analyzer

Nota O MBSA 1.2.1 utiliza uma versão integrada da ferramenta Office Detection Tool (ODT) que não suporta análises remotas desta questão. Para mais informações sobre o MBSA, visite o Web site do MBSA. Para mais informações sobre o suporte do MBSA, visite o Web site Microsoft Baseline Security Analyzer 1.2 Q&A.

  • Verificação das Versões dos Ficheiros

Nota Dado existirem várias versões do Microsoft Windows, os passos que se seguem podem ser diferentes no seu computador. Caso efectivamente o sejam, consulte a documentação do produto para executar estes passos.

  1. Clique em Iniciar e, em seguida, em Procurar.
  2. No painel Resultados da Procura, clique em Todos os ficheiros e pastas no Assistente de Pesquisa.
  3. Na caixa Totalidade ou parte do nome de ficheiro, escreva um nome de ficheiro a partir da tabela de informações de ficheiros adequada e, em seguida, clique em Procurar.
  4. Na lista de ficheiros, faça clique com o botão direito na tabela de informações do ficheiro adequada e clique em Propriedades.

    Nota Consoante a versão do sistema operativo ou programas instalados, alguns dos ficheiros que são apresentados na tabela de informações do ficheiro poderão não ser instalados.
  5. No separador Versão, determine a versão do ficheiro que está instalada no computador, comparando-a com a versão que é documentada na tabela de informações de ficheiros adequada.

    Nota Outros atributos que não a versão do ficheiro poderão sofrer alterações durante a instalação. Comparar outros atributos de ficheiro com as informações contidas na tabela de informações de ficheiro não é um método suportado para verificar a aplicação da actualização. Além disso, em determinados casos, o nome dos ficheiros poderá ser alterado durante a instalação. Se as informações de ficheiro ou de versão não estiverem presentes, utilize um dos outros métodos disponíveis para verificar a instalação da actualização.

Office 2000

Pré-requisitos e Detalhes de Actualização Adicionais

Importante: Antes de instalar esta actualização, certifique-se de que foram satisfeitos os seguintes requisitos:

  • O Microsoft Windows Installer 2.0 deve estar instalado. O Microsoft Windows Server 2003, o Windows XP e o Microsoft Windows 2000 Service Pack 3 (SP3) incluem o Windows Installer 2.0 ou uma versão posterior. Para instalar a mais recente versão do Windows Installer, visite um dos seguintes Web sites da Microsoft:

Windows Installer 2.0 para Windows 95, Windows 98, Windows 98 SE e Windows Millennium Edition

Windows Installer 2.0 para Windows 2000 e Windows NT 4.0

Para mais informações sobre como determinar que versão do Office 2000 está instalada no computador, consulte o Artigo 255275 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft.

Inclusão em Service Packs Futuros

Nenhum. O Service Pack 3 é o service pack mais recente para o Office 2000.

Requisito de reinício

Para ajudar a reduzir a hipótese de ser necessário reiniciar o computador, interrompa todos os serviços afectados e feche todas as aplicações que possam usar os ficheiros afectados antes de instalar a actualização de segurança. Para mais informações sobre por que razão pode ser solicitada a sua confirmação para o reinício, consulte o Artigo 887012 da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft.

Informações de Remoção

Após instalar a actualização, não poderá removê-la. Para reverter para uma instalação antes de a actualização ter sido instalada, terá de remover a aplicação e reinstalá-la em seguida a partir do CD-ROM original.

Informações de Instalação Automática de Cliente

Web site do Office Update

Recomendamos que instale as actualizações de cliente do Microsoft Office 2000 recorrendo ao Web site do Office Update. O Web site do Office Update detecta qual a instalação de que dispõe e indica exactamente quais as actualizações que têm de ser instaladas para garantir que a instalação do utilizador está totalmente actualizada.

Para que o Web site do Office Update detecte as actualizações que terão de ser instaladas no computador, visite o Web site do Office Update e seleccione Verificar Existência de Actualizações. Após a detecção estar concluída, ser-lhe-á apresentada uma lista de actualizações recomendadas para aprovação. Clique em Concordar e Instalar para completar o processo.

Informações de Instalação Manual de Cliente

Para obter informações detalhadas sobre como instalar manualmente esta actualização, consulte a secção abaixo.

Informações de Instalação

A actualização de segurança suporta os seguintes parâmetros de configuração.

Parâmetros de Instalação de Actualizações de Segurança Suportados
ParâmetroDescrição
/q Especifica o modo silencioso ou suprime mensagens quando os ficheiros estão a ser extraídos.
/q:u Especifica o modo silencioso de utilizador, que apresenta algumas caixas de diálogo ao utilizador.
/q:a Especifica o modo silencioso de administrador, que não apresenta qualquer caixa de diálogo ao utilizador.
/t:path Especifica a pasta de destino para a extracção de ficheiros.
/c Extrai os ficheiros sem os instalar. Se /t:path não for especificado, ser-lhe-á pedida uma pasta de destino.
/c:path Substitui o comando de instalação definido pelo autor. Especifica o caminho e nome do ficheiro Setup.inf ou .exe.
/r:n Nunca reinicia o computador após a instalação.
/r:I Solicita ao utilizador que reinicie o computador, se for necessário, excepto quando este parâmetro é utilizado com /q:a.
/r:a Reinicia sempre o computador após a instalação.
/r:s Reinicia o computador após a instalação sem solicitar a confirmação do utilizador.
/n:v Sem verificação da versão - Instalar o programa sobre qualquer versão anterior.

Nota Estes parâmetros não funcionam necessariamente com todas as actualizações. Se um parâmetro não estiver disponível, essa funcionalidade é necessária para a instalação correcta da actualização. Além disso, a utilização do parâmetro /n:v não é suportada e poderá fazer com que o sistema não arranque. Se a instalação não tiver êxito, contacte um técnico de suporte para compreender por que não foi possível instalar.

Para obter mais informações sobre os parâmetros de configuração suportados, consulte o Artigo 197147 da Base de Dados de Conhecimento.

Nota A actualização de todos os ficheiros do Office destina-se tanto a instalações como cliente como a implementações de administrador.

Informações de Implementação de Cliente

  1. Transferir esta actualização de segurança para o Office 2000 e/ou transferir a actualização de segurança para o Project 2000 Service Pack 1.
  2. Clique em Guardar o programa no disco e clique em OK.
  3. Clique em Guardar.
  4. Utilizando o Explorador do Windows, procure a pasta que contém o ficheiro guardado e faça duplo clique no mesmo.
  5. Se lhe for solicitado que instale a actualização, clique em Sim.
  6. Clique em Sim para aceitar o Contrato de Licença.
  7. Introduza o CD-ROM de origem quando tal lhe for solicitado e clique em OK.
  8. Quando receber uma mensagem que indica que a instalação teve êxito, clique em OK.

Nota Se a actualização de segurança já estiver instalada no computador, será apresentada a seguinte mensagem de erro: Esta actualização já foi aplicada ou está incluída numa actualização já aplicada.

Informações de Ficheiro de Instalação de Cliente

A versão inglesa desta actualização tem os atributos de ficheiro listados na tabela seguinte. As datas e horas destes ficheiros estão listadas em formato de hora universal coordenada (UTC). Quando vê as informações dos ficheiros, estas são convertidas para a hora local. Para determinar a diferença entre a hora UTC e a hora local, utilize o separador Fuso Horário na ferramenta Data e Hora no Painel de Controlo.

Office 2000:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Mso9.dll9.0.0.894401-Jun-200622:215,595,185

Project 2000 Service Pack 1:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Mso9.dll9.0.0.894401-Jun-200622:215,595,185

Verificar se a Actualização foi aplicada

  • Microsoft Baseline Security Analyzer

Nota O MBSA 1.2.1 utiliza uma versão integrada da ferramenta Office Detection Tool (ODT) que não suporta análises remotas desta questão. Para mais informações sobre o MBSA, visite o Web site do MBSA. Para mais informações sobre o suporte do MBSA, visite o Web site Microsoft Baseline Security Analyzer 1.2 Q&A.

  • Verificação das Versões dos Ficheiros

Nota Dado existirem várias versões do Microsoft Windows, os passos que se seguem podem ser diferentes no seu computador. Caso efectivamente o sejam, consulte a documentação do produto para executar estes passos.

  1. Clique em Iniciar e, em seguida, em Procurar.
  2. No painel Resultados da Procura, clique em Todos os ficheiros e pastas no Assistente de Pesquisa.
  3. Na caixa Totalidade ou parte do nome de ficheiro, escreva um nome de ficheiro a partir da tabela de informações de ficheiros adequada e, em seguida, clique em Procurar.
  4. Na lista de ficheiros, faça clique com o botão direito na tabela de informações do ficheiro adequada e clique em Propriedades.

    Nota Consoante a versão do sistema operativo ou programas instalados, alguns dos ficheiros que são apresentados na tabela de informações do ficheiro poderão não ser instalados.
  5. No separador Versão, determine a versão do ficheiro que está instalada no computador, comparando-a com a versão que é documentada na tabela de informações de ficheiros adequada.

    Nota Outros atributos que não a versão do ficheiro poderão sofrer alterações durante a instalação. Comparar outros atributos de ficheiro com as informações contidas na tabela de informações de ficheiro não é um método suportado para verificar a aplicação da actualização. Além disso, em determinados casos, o nome dos ficheiros poderá ser alterado durante a instalação. Se as informações de ficheiro ou de versão não estiverem presentes, utilize um dos outros métodos disponíveis para verificar a instalação da actualização.

Informações de Instalação Administrativa

Se a aplicação tiver sido instalada a partir de uma localização no servidor, o administrador do servidor terá de actualizar a localização do servidor com a actualização administrativa e implementar essa actualização no computador do utilizador.

Informações de Instalação

Os parâmetros de configuração que se seguem são relevantes para as instalações administrativas, pois permitem que um administrador personalize a forma de extracção dos ficheiros a partir da actualização de segurança.

Parâmetros de Instalação de Actualizações de Segurança Suportados
ParâmetroDescrição
/? Apresenta as opções da linha de comandos.
/q Especifica o modo silencioso ou suprime mensagens quando os ficheiros estão a ser extraídos.
/t:path Especifica a pasta de destino para a extracção de ficheiros.
/c Extrai os ficheiros sem os instalar. Se /t:path não for especificado, ser-lhe-á pedida uma pasta de destino.
/c:path Substitui o comando de instalação definido pelo autor. Especifica o caminho e nome do ficheiro Setup.inf ou .exe.

Para obter mais informações sobre os parâmetros de configuração suportados, consulte o Artigo 197147 da Base de Dados de Conhecimento.

Informações de Implementação Administrativa

Para actualizar a sua instalação administrativa, siga estes passos:

  1. Transferir esta actualização de segurança para o Office 2000 e/ou transferir a actualização de segurança para o Project 2000 Service Pack 1.
  2. Clique em Guardar o programa no disco e clique em OK.
  3. Clique em Guardar.
  4. Ao utilizar o Windows Explorer, localize a pasta que contém o ficheiro guardado. Clique em Iniciar, clique em Executar, escreva o seguinte comando e depois clique em OK para extrair o ficheiro .msp:

    [path\name of EXE file] /c /t:C:\AdminUpdate

    Nota Fazer duplo clique no ficheiro .exe não extrai o ficheiro .msp; aplica a actualização ao computador actual. Para actualizar uma imagem administrativa, deve primeiro extrair o ficheiro .msp.
  5. Clique em Sim para aceitar o Contrato de Licença.
  6. Clique em Sim quando lhe for solicitado que crie a pasta.
  7. Se estiver familiarizado com o procedimento de actualização administrativa, clique em Iniciar, clique em Executar, escreva o seguinte comando e depois clique em OK:

    msiexec /a Admin Path\MSI File /p C:\AdminUpdate\MSP File SHORTFILENAMES=TRUE

    Nota Admin Path é o caminho para o ponto de instalação administrativa da aplicação (por exemplo, C:\Office2000), MSI File é o pacote de base de dados .msi da aplicação (por exemplo, Data1.msi) e MSP File é o nome da actualização administrativa (por exemplo, SHAREDff.msp).

    Nota Pode acrescentar /qb+ à linha de comandos, para que as caixas de diálogo Instalação Administrativa e Contrato de Licença de Utilizador Final não sejam apresentadas.
  8. Clique em Seguinte na caixa de diálogo apresentada. Não altere a Chave do CD, a localização da instalação nem o nome da empresa na caixa de diálogo apresentada.
  9. Clique em Aceito os termos do contrato de licença e clique em Instalar.

Nesta altura, o ponto de instalação administrativa está actualizado. Em seguida, terá de actualizar as configurações das estações de trabalho que foram instaladas originalmente a partir desta instalação administrativa. Para tal, consulte a secção "Implementação de Estações de Trabalho". Qualquer nova instalação que seja executada a partir deste ponto de instalação administrativa incluirá a actualização.

Aviso Qualquer estação de trabalho que tenha sido instalada originalmente a partir desta instalação administrativa, antes de a actualização ser instalada, não poderá utilizar esta instalação administrativa para acções como reparar o Office, ou adicionar novas funcionalidades, até que sejam concluídos os passos indicados na secção de "Implementação de Estações de Trabalho" relativamente a esta estação de trabalho.

Informações de Implementação de Estações de Trabalho

Para implementar a actualização nas estações de trabalho cliente, clique em Iniciar, clique em Executar, escreva o seguinte comando e depois clique em OK:

msiexec /I Admin Path \MSI File /qb REINSTALL=Feature List REINSTALLMODE=vomu

Nota Admin Path é o caminho para o ponto de instalação administrativa da aplicação (por exemplo, C:\Office2000), MSI File é o pacote de base de dados .msi para a aplicação (por exemplo, Data1.msi) e Feature List é a lista de nomes de funcionalidades (sensíveis a maiúsculas e minúsculas) que têm de ser reinstaladas para a actualização.

Para instalar todas as funcionalidades, pode utilizar REINSTALL=ALL, ou pode instalar as seguintes funcionalidades.

ProdutoFuncionalidade
MSPUB, O9PRMCD2GraphicsFiltersGIFFiles, TCWord97Files, GraphicsFiltersPNGFiles
O9ACCProductFiles, ACCESSNonBootFiles
O9ARTAccessRuntimeMaster
O9EXLProductFiles, EXCELNonBootFiles
O9OLKProductFiles, OUTLOOKNonBootFiles
O9PPProductFiles, PPTNonBootFiles
O9WRDProductFiles, WORDNonBootFiles
O9PRMProductFiles, OUTLOOKNonBootFiles, WORDNonBootFiles, ACCESSNonBootFiles, EXCELNonBootFiles, FPClientNonBootFiles, PPTNonBootFiles, ProductNonBootFiles
O9PROProductFiles, OUTLOOKNonBootFiles, WORDNonBootFiles, ACCESSNonBootFiles, EXCELNonBootFiles, PPTNonBootFiles
O9SBE, 9327_o9procd1_sbe_coxs_slv_data1 productProductFiles, OUTLOOKNonBootFiles,WORDNonBootFiles, EXCELNonBootFiles
O9FPProductFiles, FPClientNonBootFiles, ProductNonBootFiles
O9PIPC1ProductFiles, OUTLOOKNonBootFiles, MSDrawFiles, WORDNonBootFiles, EXCELNonBootFiles
O9PIPC2ProductFiles, MSDrawFiles, WORDNonBootFiles, EXCELNonBootFiles
O9PRMCD2ProductFiles,AccessRuntimeMaster, PubPrimary, MSDrawFiles, SBCMNonBootFiles
O9STDProductFiles, OUTLOOKNonBootFiles, WORDNonBootFiles, EXCELNonBootFiles, PPTNonBootFiles
INSTALL.MSIPROJECTFiles, ASSISTANTFiles, ProductFiles, PROJECTNonBootFiles

Nota Os administradores que trabalhem em ambientes com gestão de sistema podem encontrar todos os recursos para implementar actualizações do Office numa organização recorrendo ao Office Admin Update Center. Nesse site, desça até à secção Recursos para Actualizações e procure aí a versão do software que está a actualizar. A Documentação do Windows Installer também fornece informações adicionais acerca dos parâmetros suportados pelo Windows Installer.

Informações de Ficheiro de Instalação Administrativa

A versão inglesa desta actualização tem os atributos de ficheiro listados na tabela seguinte. As datas e horas destes ficheiros estão listadas em formato de hora universal coordenada (UTC). Quando vê as informações dos ficheiros, estas são convertidas para a hora local. Para determinar a diferença entre a hora UTC e a hora local, utilize o separador Fuso Horário na ferramenta Data e Hora no Painel de Controlo.

Office 2000:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Mso9.dll9.0.0.894401-Jun-200622:215,595,185

Project 2000 Service Pack 1:

Nome do FicheiroVersãoDataHoraTamanho
Mso9.dll9.0.0.894401-Jun-200622:215,595,185

Verificar se a Actualização foi aplicada

  • Microsoft Baseline Security Analyzer

Nota O MBSA 1.2.1 utiliza uma versão integrada da ferramenta Office Detection Tool (ODT) que não suporta análises remotas desta actualização de segurança. Para mais informações sobre o MBSA, visite o Web site do MBSA.

  • Verificação das Versões dos Ficheiros

Nota Dado existirem várias versões do Microsoft Windows, os passos que se seguem podem ser diferentes no seu computador. Caso efectivamente o sejam, consulte a documentação do produto para executar estes passos.

  1. Clique em Iniciar e, em seguida, em Procurar.
  2. No painel Resultados da Procura, clique em Todos os ficheiros e pastas no Assistente de Pesquisa.
  3. Na caixa Totalidade ou parte do nome de ficheiro, escreva um nome de ficheiro a partir da tabela de informações de ficheiros adequada e, em seguida, clique em Procurar.
  4. Na lista de ficheiros, faça clique com o botão direito na tabela de informações do ficheiro adequada e clique em Propriedades.

    Nota Consoante a versão do sistema operativo ou programas instalados, alguns dos ficheiros que são apresentados na tabela de informações do ficheiro poderão não ser instalados.
  5. No separador Versão, determine a versão do ficheiro que está instalada no computador, comparando-a com a versão que é documentada na tabela de informações de ficheiros adequada.

    Nota Outros atributos que não a versão do ficheiro poderão sofrer alterações durante a instalação. Comparar outros atributos de ficheiro com as informações contidas na tabela de informações de ficheiro não é um método suportado para verificar a aplicação da actualização. Além disso, em determinados casos, o nome dos ficheiros poderá ser alterado durante a instalação. Se as informações de ficheiro ou de versão não estiverem presentes, utilize um dos outros métodos disponíveis para verificar a instalação da actualização.

Office 2004 para Mac

Informações de Instalação

Requisito de Reinício

Esta actualização não requer que reinicie o computador.

Informações de Remoção

Esta actualização não pode ser desinstalada.

Informações de Instalação:

  1. Feche todas as aplicações que esteja a executar, incluindo aplicações de protecção contra vírus, todas as aplicações Microsoft Office, Microsoft Messenger para Mac e Notificações do Office, porque podem interferir com a instalação.
  2. Abra o volume da actualização Microsoft Office 2004 para Mac 11.2.5 na sua área de trabalho. Este passo pode ter sido executado pelo administrador de sistema.
  3. Para iniciar o processo de actualização, na janela do volume de actualização do Microsoft Office 2004 para Mac 11.2.5, faça duplo clique na aplicação Microsoft Office 2004 para Mac 11.2.5 e siga as instruções no ecrã.
  4. Se a instalação foi concluída com sucesso, pode remover o programa de instalação da actualização do seu disco rígido. Para verificar se a instalação foi concluída com sucesso, consulte a secção “Verificação da Instalação da Actualização”. Para remover o programa de instalação, primeiro arraste o volume da actualização Microsoft Office 11.2.5 para Mac para o caixote do lixo e, em seguida, faça o mesmo para o ficheiro que transferiu.

Verificação da Instalação da Actualização

Para verificar se está instalada uma actualização de segurança no sistema afectado, siga os seguintes passos:

  1. Navegue até ao Binário da Aplicação (Microsoft Office 2004: Microsoft Office).
  2. Clique sobre a aplicação.
  3. Clique sobre Ficheiro, e a seguir em Obter informações.

Se o número da versão for 11.2.5, a actualização foi instalada com sucesso.

Office v. X para Mac

Informações de Instalação:

  1. Feche todas as aplicações que esteja a executar, incluindo aplicações de protecção contra vírus, todas as aplicações Microsoft Office, o Microsoft Messenger e as Notificações do Office, porque podem interferir com a instalação.
  2. Abra o volume da actualização Microsoft Office v. X para Mac 10.1.7 na sua área de trabalho. Este passo pode ter sido executado pelo administrador de sistema.
  3. Para iniciar o processo de actualização, na janela do volume do Microsoft Office v. X para Mac 10.1.7, faça duplo clique na aplicação Microsoft Office v. X para Mac 10.1.7 e siga as instruções no ecrã.
  4. Se a instalação foi concluída com sucesso, pode remover o programa de instalação da actualização do seu disco rígido. Para verificar se a instalação foi concluída com sucesso, consulte a secção “Verificação da Instalação da Actualização”. Para remover o programa de instalação, primeiro arraste o volume da actualização Microsoft Office v. X 10.1.7 para Mac para o caixote do lixo e, em seguida, faça o mesmo para o ficheiro que transferiu

Requisito de Reinício

Esta actualização não requer que reinicie o computador.

Informações de Remoção

Esta actualização não pode ser desinstalada.

Verificação da Instalação da Actualização

Para verificar se está instalada uma actualização de segurança no sistema afectado, siga os seguintes passos:

  1. Navegue até ao Binário da Aplicação (Microsoft Office X: Microsoft Office).
  2. Clique sobre a aplicação.
  3. Clique sobre Ficheiro, e a seguir em Obter informações.

Se o número da versão for 10.1.7, a actualização foi instalada com sucesso.

Outras informações

Agradecimentos

A Microsoft agradece às seguintes entidades por trabalharem connosco para proteger os clientes:

  • Elia Florio da Symantec por fornecer informações sobre a Vulnerabilidade de Análise de cadeia mal formada no Microsoft Office – CVE-2006-1540.

Obter Outras Actualizações de Segurança:

Estão disponíveis actualizações para outras questões de segurança nas seguintes localizações:

Suporte:

  • Os clientes nos E.U.A. e no Canadá podem receber suporte técnico a partir do web site de Suporte Técnico da Microsoft em 1-866-PCSAFETY. As chamadas de suporte técnico associadas a actualizações de segurança são gratuitas.
  • Os clientes internacionais podem receber suporte das subsidiárias locais da Microsoft. O suporte técnico associado às actualizações de segurança é gratuito. Para mais informações sobre como contactar a Microsoft relativamente a questões de suporte, visite o Web site de Suporte Internacional.

Recursos de Segurança:

Software Update Services:

Utilizando os Microsoft Software Update Services (SUS) os administradores podem implementar rápida e eficazmente as mais recentes actualizações críticas e actualizações de segurança em servidores baseados no Windows 2000 e no Windows Server 2003, bem como em sistemas de computadores de secretária que executem o Windows 2000 Professional ou o Windows XP Professional.

Para obter mais informações sobre como implementar actualizações de segurança com os Software Update Services, visite o Web site dos Software Update Services.

Windows Server Update Services:

Ao utilizar os Windows Server Update Services (WSUS), os administradores podem rápida e fiavelmente implementar as actualizações críticas mais recentes e as actualizações de segurança para os sistemas operativos Windows 2000 e posteriores, Office XP e posteriores, Exchange Server 2003 e SQL Server 2000 até Windows 2000 e sistemas operativos posteriores.

Para mais informações sobre como implementar actualizações de segurança usando os Windows Server Update Services, visite o Web site dos Windows Server Update Services.

Systems Management Server:

O Microsoft Systems Management Server (SMS) fornece uma solução empresarial altamente configurável para gerir actualizações. O SMS permite aos administradores identificarem sistemas baseados no Windows que necessitem de actualizações de segurança e executar a implementação controlada dessas actualizações em toda a empresa, com um mínimo de incómodo para os utilizadores finais. Para mais informações sobre como os administradores podem utilizar o SMS 2003 para implementar actualizações, visite o Web site SMS 2003 Security Patch Management. Os utilizadores do SMS 2.0 também podem utilizar o Software Updates Service Feature Pack para ajudar na implementação das actualizações de segurança. Para obter informações sobre o SMS, visite o Web site do SMS.

Nota O SMS utiliza as ferramentas Microsoft Baseline Security Analyzer, Microsoft Office Detection Tool e Enterprise Update Scanning Tool para fornecer um suporte abrangente na detecção e implementação de actualizações dos boletins de segurança. Algumas actualizações de software poderão não ser detectadas por estas ferramentas. Nestes casos, os administradores podem utilizar as capacidades de inventário do SMS para fornecer actualizações a sistemas específicos. Para mais informações sobre este procedimento, visite o seguinte Web site. Algumas actualizações de segurança requerem direitos administrativos após o reinício do sistema. Os administradores podem utilizar a ferramenta Elevated Rights Deployment Tool (disponível no SMS 2003 Administration Feature Pack e no SMS 2.0 Administration Feature Pack) para instalar estas actualizações.

Exclusão de garantia:

As informações fornecidas na Base de Dados de Conhecimento da Microsoft são fornecidas "tal como estão", sem garantias de qualquer tipo. A Microsoft exclui todas as garantias, sejam expressas ou implícitas, incluindo as garantias de comercialização e adequação a um fim específico. Em caso algum serão a Microsoft Corporation ou os seus fornecedores responsáveis por quaisquer prejuízos, incluindo prejuízos directos, indirectos, incidentais ou consequentes, extraordinários ou por perda de lucros negociais, ainda que a Microsoft Corporation, ou os seus fornecedores tenham sido notificados da possibilidade de ocorrência de tais prejuízos. A exclusão ou limitação de responsabilidade por prejuízos consequentes ou incidentais não é permitida em alguns estados ou jurisdições, pelo que a limitação supra poderá não ser aplicável.

Revisões:

  • V1.0 (11 de Julho de 2006): Boletim publicado.
  • V1.1 (1 de Julho de 2006): Boletim actualizado de forma a clarificar as "Informações de Ficheiro de Instalação Administrativa" para o Office 2000 na secção "Actualização de Segurança".
  • V1.2 (19 de Julho de 2006): Actualização da secção “Que actualizações são substituídas por esta edição?”, em relação ao boletim MS05-0005 para Office XP.
  • V1.3 (15 de Agosto de 2006): Actualização do boletim nos tópicos ”Informações de Ficheiro de Instalação de Cliente” e “Informações de Ficheiro de Instalação Administrativa” para Office 2003 e Office XP na secção “Actualização de Segurança”. Fornecida clarificação adicional no tópico “Que actualizações são substituídas por esta edição?” em relação ao boletim MS05-005 para Office XP.
  • V1.4 (23 de Agosto de 2006): Boletim actualizado para adicionar o CVE-2006-1318 na secção “Classificações da Gravidade e Identificadores da Vulnerabilidade” e “Detalhes Sobre a Vulnerabilidade”. Além disso, actualizou-se "Posso utilizar o Systems Management Server (SMS) para determinar se esta actualização é necessária" em "Perguntas mais frequentes relativas a esta actualização de segurança" para o Office 2000.
  • V1.5 (11 de Outubro de 2006): Boletim actualizado para fornecer clarificações adicionais sobre "Estou a actualizar os pontos de instalação administrativa e reparei que existem dois .msp’s. Porquê?" e "O ponto de instalação administrativa indica mso.msp e pvmso.msp. Tenho de instalar ambos os pacotes?" na secção "Perguntas mais frequentes relativas a esta actualização de segurança".

Built at 2014-04-18T01:50:00Z-07:00

Mostrar: